quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Repartir sentimentos

será possível distinguir onde começa e termina o sentimento que se nutre por cada um dos nossos filhos?
Não sei se é possivel... Sinto que as circunstâncias, que as atitudes e o temperamento podem interferir mais na quantidade de tempo que dedicamos a um ou a outro...
É difícil transpor para palavras.
A minha C por ser mais velha, e por sido fruto de vários anos de luta pela infertilidade, desde sempre foi mais dependente, mais complexa, mais exigente.
A pequena cedo a "deixei" auto-consolar-se, as exigências de atender a duas crianças tão pequenas simultaneamente não me deixou alternativa. Nesta altura a C começou a virar-se mais para o pai, mas ainda assim, porque a irmã era mais calma, mesmo dentro do sling a pequena andava todo o dia, ora a dormir, a assistir as brincadeiras da irmã, a cozinhar ou a mamar enquanto eu tratava da maior.
Com esta fase turbulenta da carmen, por vezes sinto o coração apertado, por sentir que as atenções ficam muito desiquilibradamente distribuidas.
Assim, dados os acontecimentos e o cenário decidi combinar com o pai, para ir buscar a C e eu, ia buscar a pequena, seria o nosso tempo. A minha E é muito doce e fofinha. Cheguei cedo, fui a pé, demos uma grande volta. Claro que a pobrezinha perguntou logo pela irmã. Simplesmente na sua existencia nunca se "viu" sem a irmã, a C também não tem essa memória.
Comeu um grande gelado, andou no parque, enchi o coração dos seus gritinhos de alegria.
Mães de fihlotes de idades próprias, não sei se têm este sentimento em relação a este assunto.

1 comentário:

Maggie disse...

Eu partilho das mesmas ideias e das mesmas falhas, infelizmente tbém me foi difícil atender a 2 crianças pequenas, e também deixei a mais nova mais de lado. Curiosamente a minha mais velha também é mais dependente e mais colada a mim. As coisas acabam por melhorar mas mesmo hoje ainda tenho dificuldades em orientar e em dividir-me pelas duas. Acho que deixei a ideia do 3º filho porque sei que seria demasiado para mim e porque elas iriam resentir-se com a falta de atenção.

Bjos

Maggie