terça-feira, 30 de dezembro de 2008

O inevitável...

as coisas desde Domingo que pioraram bastante :(. Para além de eu me sentir cada vez pior, com uma grande gripe em cima, a minha menina ficou muito doentinha também.
Quando a deitei no domingo ela ficou a dormir bem, mas acordou a chorar muito e quando a peguei ardia :( temperatura 40,2º. Pus-lhe benuron e liguei à saude 24. Disseram-me que seria melhor ir ao hospital. Eu fui controlando e a febre foi baixando sem necessidade de sair de casa, embora eu e o meu marido já estivessemos prontos para sair caso a febre não baixasse. Foi uma noite em branco, horrivel, a minha filhota só chorava e mamava e eu cada vez mais febril e sem forças. Na segunda, começei com dores de garganta, pingo no nariz e muitos vómitos provocados pela expectoração. Levantei-me e fui tocá-la ao berço, para ver se estava quente. Tudo ok. Levantei-me para ir comer qualquer coisa e em 5 min ela já chorava desconsolada com 38,5º febre. Liguei ao meu marido, para irmos às urgências. Pus-lhe outro supositório e o H. ligou à tia que trabalha no HDF e nos disse que as urgências estavam caóticas e se a febre estivesse controlada, para não ir. Liguei novamente para a linha saude 24 e disseram-me que ela teria que ser observada. No centro saude era para esquecer, a pediatra dela estava de férias. A minha sogra lá nos arranjou uma consulta com outra pediatra que estava a substituir a minha. Nesse dia só queria colinho e mama. Levou toda a manhã pegada à mama, eu já estava completamente desfalecida. Logo a seguir ao almoço teve consulta e nunca a vi chorar tanto na vida :( a pediatra não podia tocá-la e eu já estava com um nó na garganta. Conclusão: muito constipada. Controlar a febre, colocar bastante soro, receitou mais uma gotas para descongestão nasal e muita aspiração, para que o muco não vá para os ouvidos ou pulmões. E eu, usar uma mascara cirurgica.. Ontem foi um dia horrivel. Ao cair a noite a febre voltou com força e tive que lhe dar um banho para tentar baixar a temperatura corporal. Ela chorava tanto, sempre que lhe tirava do colo e eu já não aguentava mais. Estava tão tensa que depois daquilo, fartei-me de chorar...
O meu marido tem sido incansável. Se não fosse ele, nem sei... Eu a sentir-me muito mal, ora com frio, ora com calor e sem poder tomar nada para além do paracetamol. Finalmente a Carmen deixou-se dormir, já com o efeito do supositório e eu cheia de tosse e cheia de medo que a febre voltasse a atacá-la. Andei todo o dia em estado febril. Deitei-me sem conseguir dormir, quando o fiz, acordei meia hora depois toda encharcada, lencóis, pijama.. mas estava tão cansada que tirei o pijama e me deitei por cima dos lencóis. Pouco tempo depois, estava novamente toda molhada, lá fui eu para a banheira a tremer de frio. A Carmen a cordou naquele momento, cheia de ranhocas e a chorar. Aspirei-lhe nariz e pus-lhe à mama, lá dormiu. Depois foi mudar a roupa da cama toda. Pouco depois a Carmen acorda novamente e deitei-a comigo para lhe dar de mamar e fiquei com medo de a por no berço, não fosse a febre atacar e eu não desse por isso.
Com ela na nossa cama, durmo mal, mas dormitei. O meu marido foi metê-la na cama e graças a deus às 5 da manhã ela conseguiu dormir até As 9 h. Eu é que acordei pior, e com a expectoração vomitei o pequeno almoço todo e tudo o que tentava comer. Agora sinto-me um pouco melhor e a Carmen está a dormir, tadinha. Vamos ver o que reserva esta noite, mas ela hoje já me pareceu um pouco melhor. Eu só queria que istome passasse! Estou farta da máscara, farta de sentir frio e depois calor, e não estar bem para cuidar da minha menina :(
E quanto ao Ano Novo, com sorte não estarei de cama, mas tenho que ficar em casa.

Bem, umas b0as entradas para todas, que 2009 seja 0 ANO.

beijinhos a até para o ano ;)

Carla

domingo, 28 de dezembro de 2008

O nosso 1.º Natal...

foi bom! A minha menina nem deu bem por ele... Na véspera fomos passar com a minha famelga e não quis interromper as suas rotinas de sono, por isso só sai de casa já ela dormia, quase às 9 da noite. Fui directo ao quarto dos meus pais e deixei-la lá, mas com o barulho que estava (na minha casa éramos uns 20!) não sosseguei, estava sempre a ir espreitá-la como medo que ela acordasse num sitio estranho e ficasse a chorar sem eu dar conta dela. Assim, eu e o pai iamos revezando. Jantámos, conversámos, chegou o pai natal e a minha princesa só deu sinais de estar a acordar às 1:30! Enrolei-a muito bem na mantinha e saimos directamente para casa, dei-lhe de mamar no carro e chegou a casa já dormia outra vez! Foi ´só pô-la na sua caminha novamente.
No 25 fomos almoçar com a familia do meu marido. Para mim foi um dia muito cansativo, porque não dormi quase nada. Depois porque andei cá e lá. O meu marido preparou a malinha dela para sairmos e esqueceu-se de por uma muda de roupa. A princessa borrou-se até As costas e lá tive eu que voltar a casa sozinha, porque o meu marido acabou por almoçar e ir embora visitar o irmão que está internado. Montar e desmontar carrinhos e pegar no ovinho em peso com uma Carmencita de mais de 6.000kg não é pera doce (tudo a la pate), por isso prefiro mil vezes o pano, mas numa ocasião destas tinha que levar o seu carrinho pra depois puder dormir se fosse caso disso. Passou-se a tarde e fiz-me à rua novamente para ir mostrar a Carmen à minha mãe.
Havia prometido passar por lá para ela ver a princesa com o vestido que lhe tinha oferecido, mas arrependi-me no momento seguinte. Uma epidemia de gripe, irmã, sobrinha, tio... uma série de gente doente, então dei meia volta, espreitei e pus-me a milhas. Uma enxaqueca estava para durar. A miuda também já estava chateada de andar cá e lá e no carro do meu pai (deu-me boleia para casa) desatou a berrar como nunca a tinha visto antes, eu com o coração partido, porque não a podia tirar do ovo,o meu pai a andar mais rápido, tirá-la, montar o carro e ela chorava cada vez mais :(. Mal entrei no prédio, peguei-lhe ao colo e estava roxa de tanto chorar, só solucava e até se engasgava...com aquele aparato até me esqueci das chaves na porta do prédio e só me apercebi quando cheguei ao meu piso. A sorte é que um vizinho tinha reparado e pegou nas chaves para mim...
Chegada a casa finalmente, um suplicio... cheia de enxaqueca como há muito não tinha, sozinha e com a Carmen para cuidar :( Vá lá que vamos buscar forças não sei onde e tudo se resolve. Foi mais uma noite péssima cheia de dores de cabeça, tive que me render ao brufen para ver se a coisa acalmava.
Para melhorar o cenário, aconteceu-me o inédito. Ontem senti-me pessimamente mal, doente. Nunca me tinha acontecido, há largos anos que não sei o que é estar doente... cheia de frio, mole, só me apetecia estar estendida. Ataquei logo com benuron, mas mal passava o efeito, voltava o frio e eu a desesperar! Com uma bebe em casa, eu que tanto cuidado tenho :(
Mais uma vez o poder da mente é incrivel e não me deixei ir à cama, afinal também não podia...
Passei uma noite horrivel, cheia de febre, tive que trocar de pijama 2 vezes e hoje acordei com uma tosse cheia de espectoração horrivel, mas já n tenho febre.
E a minha princesa no meio disto tudo cá anda, bem disposta. É um anjinho, tem dormido muito bem de noite, hoje só acordou 1 x, para deixar a mãe descansar e recompor-se.
Estou cheia de medo que ela fique doente :( tenho-lhe posto muito soro fisiológico e agora pus umas folhas de eucalipto a ferver. a ver vamos...

espero que tenham passado um excelente Natal. Quando puder vou ver as novidades, agora não tem sido fácil, pois a Carmen tem dormido meia hora de manhã e meia hora à tarde. As folgas foram-se, espero que a situação se reverta.

beijinhos
Carla

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Feliz Natal

Queridas amigas,

queria desejar-vos de todo o coroção, um santo natal junto daqueles que mais amam. Muita luz para todas as que lutam pelo sonho e muitas felicidades a todas as mamas.

beijinhos muitos
Carla

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Delicodoce...

A minha filha é uma delicodoce! Uma sensibilidade extrema, uma flor de estufa... pele de princesa é o que dá!
A sua pele sempre foi bastante reactiva e poucas semanas depois de nascer ficou com eczema do lactente na carinha, passou... depois foi o fungo no rabinho que para passar foi obra... agora tem uma intolerância a qualquer produto que contenha algum cheiro. Sempre lhe dei banho com o Oleoban, mas inicialmente fui experimentando umas amostras para ver se ela se dava. Tdo bem!
Decidi então comprar a linha da Uriage. Cheguei a casa toda contente e na hora do banho, dentro da banheira a Carmen fez um berreiro de todo o tamanho. Tive que limpá-la à pressa. Depois fui passar o hidratante e a mesma coisa. Não poderia ser só birra de sono ou fome. É mesmo aos produtos, chorava que até dava dó, coitadinha. Tive de os por de lado.
Voltamos ao bom do Oleoban e oleo de amendoas doces.
Agora comprei a linha da A-derma para peles atópicas, porque a princesa anda com umas manchinhas tipo lixa na parte externa dos cotovelos e a pele junto ao peitinho muito seca, parece que é Dermatite seborreica, a ver se passa.

De resto cá andamos. Tenho andado enfiada em casa e ainda com prendas por comprar, Daqui a pouco estamos no Natal, como o tempo passa a correr e este domingo a Carmen faz 3 meses!
Vamos ver o que lhe oferecem no Natal, pois a rapariga está a ficar grande e sobretudo a roupa de interior começa a escassear, porque agora deu um pulo, na semana passada tinha 5.700kg.

E eu também estou a precisar dumas roupitas, mais práticas para amamentar. Tenho muitas tunicas tipo vestido, mas se tenho de dar mamar à moça, não dá! Só despindo-me lol! Em casa, qualquer trapo serve, mas quando tenho que sair de casa é um stress.
Já recuperei o meu peso (fica a faltar kg) mas ainda me olho de lado ao espelho. A barriga já se foi mas sinto-me flácida... falta-me tonificar estas banhas mas quem tem vontade? Tenho um ginásio em casa e a unica coisa que faço é por-me na passadeira com a boa da Carmen ao colo a fazer jogging, mas não é o suficiente e eu ainda não tenho energia para mais.

Enfim...

beijinhos
Carla

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Presente de Natal


Este ano o pai natal trouxe-nos o presente 3 meses adiantado!
A minha menina a cada dia que passa está mais bonita... Não fosse eu uma mamã super babada.
Passou-se mais uma semana e eu nem dei por isso, pois a Carmencita é a minha carracinha. Não me larga e eu também nâo a deixo.
Depois daqueles episódios mauzinhos da semana passada mais as vacinas, esta semana tem fluido cheia de energia, muita diversão e cansaço à mistura.
O que é facto é que ela tem dormido muito bem à noite e farta-se de palrar. Adora brincar, adora a massagem, o banho e o yoga.
É uma bebe muito fisica, precisa de muito contacto, se tiver companhia está tudo bem, se não chora e fica sentida.
Só imagino como seria se ela tivesse que ir para a creche aos 4 meses, eu morria de desgosto e ela concerteza ficaria bastante abalada. Felizmente tenho a possibilidade de ficar com ela mais uns tempinhos e vou torcer para que ã maminha seja exclusiva até aos 6 meses. Até agora tenho bastante leite. Também pudera, a Carmen passa todo o dia agarrada ás mamas ;) é uma comilona! É verdade, eu estava aqui na indecisão de lhe dar ou não a chucha, perguntei à pediatra qual era a sua opinião. Tinha-me dito que não via problema até porque está na fase oral e a chucha era uma fonte de prazer. Nesse ponto de vista tem razão...
Então lá lhe fui da a chucha e a moçoila não quer! Faz caretas e cospe-a! eh eh eh. Depois anda-me com os punhos, mãos, dedos na boca. Que hei-de fazer?
Bom, estas são as minhas novidades.
Um bom fim de semana
beijinhos
Carla

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Há 1 aninho atrás...

Mais ou menos por esta altura nascia o meu bloguinho!
No forum da apf cresceu o bichinho de puder expressar as palavras que se sentem na alma e estava precisamente a iniciar novo tt, depois de alguns meses de pausa. Foi o tratamento derradeiro, aquele que me trouxe a minha Carmen. O mais precioso, unico e especial presente da minha vida. Hoje aqui estou sentada, e enquanto escrevo contemplo a minha pequenina que dorme com carinha de anjo.

Também há 1 ano atrás, nascia o grupo de apoio a casais inferteis do Algarve, em que orgulhosamente dei um pouco de mim, com as minhas queridas amigas Dina e Catarina.
Foram 12 Domingos de partilha, esperança, desespero, lágrimas e alegria.

Hoje é com muita felicidade que contemplo os frutos da nossa união, e apercebo-me que felizmenteque quase todas as meninas conseguiram alcancar o desejado positivo. Umas carregam no ventre os seus rebentos, outras.. ao colo.
Não poderia deixar de mandar um grande beijinho à Catarina que embora ausente, continua nos nossos corações e desejo profundamente que esta fase sombria se vá embora rapidamente e que possas por fim, contemplar o sol... acredito que vais conseguir superar todos os obstáculos.

Muito mais havia que dizer, e sobre a minha filhota, encheria páginas com muitas novidades mas hoje fico-me por aqui, festejando a triplicar por este ano que passou.

beijinhos
Carla

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Pedacitos de problemas

Desde Sexta-Feira que me assenta o papel de investigadora pediatrica, lol. Agora sou capaz de abordar este tema com alguma descontracção, mas andei preocupada e chateada por causa de uma alteração subita de comportamento da Carmen.
Ora, estava a boa da Carmen a dormir eu ansiosamente à espera que acordasse para mamar. Tinha já a mama em pedra, o que significa que me descuidei. Toda contente ponho a Carmen a mamar e ela pura e simplesmente recusa. Levou todo o dia nisso e uma tristeza profunda se abateu em mim que só pensava q a menina estava a regeitar a mama. No Sábado, a coisa melhorou um pouco, mas ela mamava desconfiada e quando não queriamais desatava a chorar. Nesse dia só choramingava e queria colo, nada de dormir durante o dia. Domingo começo a aperceber-me que não podia se tratar de recusar a mama, nem que era uma fase, tinha que se passar alguma coisa, pois a atitude dela era sempre a mesma - mama- chora-arrota-bolsa e as vezes vomita. comecei a juntar todos os sintomas e aproveitando q o meu marido estava em casa, fui á net. Depois, peguei num livro q tinha comprado recentemente- e comecei a ler: spiting out, vomiting, burping, REFLUX! Bingo.
Todos os sintomas que ela apresenta indicam se tratar de refuxo. Tenho seguido algumas estratégias de forma a melhorar o problema e ando estoirada.
Liguei á pediatra n atendeu. Depois enviei-lhe msg escrita e acha que não se deve medicar! também n sei até que ponto ela percebeu do que se tratava, pq eu estava a dizer q a miuda chorava e ela falava-me de cólicas. N~~ao são colicas sra....!!!!!!!!!!!!1 Sei muito bem o que são cólicas que graças a deus ela não tem. Deixa-me calar... era só o q me faltava.

Para juntar á festa, amanhã tenho q lhe ir dar as vacinas.

Com o frio que tem feito ando enclausurada. Não quero arriscar sair de casa e ainda traze-la com algum resfriado.

O que vale é que ela é uma moçoila rija e fora isto anda bem disposta.

bj

terça-feira, 25 de novembro de 2008

2 meses

A boneca já tem 2 meses! E está cada vez mais linda e simpática. Os dias passam a correr e já me consigo organizar melhor, embora não consigue estar muito tempo sem a ter comigo, ao colinho ou enrolada no pano. Estou Carmendependente.
Os dias são passados com muita musica, dança, maminha e fraldário. De manhã vamos passear, ou depois do almoço. Os sonos ainda são muito irregulares, as vezes faz umas folgas, outras nem pensar, fica a maior parte do tempo desperta a pedir atenção. Basta meter-me com ela para se rir toda e já vai palrando.
Ontem fomos a pediatra e felizmente está tudo bem. Tem 5,300 kg e felizmente continua a mamar. E estas são as nossas novidades.

bjos grandes

Carla

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Apaixonada




ESTOU
APAIXONADA!
Sem muitas mais palavras... a cada dia que passa sinto um amor cada vez maior pela minha filha.
Foi dificil tê-la por fim nos braços, mas hoje ao puder agarrá-la, beijá-la, acaricia-la vale tudo... todo o esforço empregue, todas as lágrimas derramadas, toda a angustia...
Hoje as lágrimas são de alegria. Quando tento meditar com ela, não consigo evitar que as lágrimas me escorram pela cara.
Á mãe natureza, ao universo, à ciência: OBRIGADA!

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Ás prestações!

Sim, Carla às prestações!
Vou adoptando umas estratégias por forma a puder não só tratar da Carmen, mas de mim (um pouquinho também), visto que é impensável imaginar que consigo no mesmo dia tomar um duche mais demorado, arranjar sobrançelhas ou até mesmo as unhas!
Venham as prestações, assim vou-me orientando, vivendo não um dia de cada vez, mas uma manhã, tarde ou noite de cada vez! Agora queria arranjar as minhas unhas que estão desgraçadas, só peles por tirar :/ mas... tamb ém queria vir um pouco ao pc, sabendo que tenho uma trouxa de roupa por passar. á que fazer opções, e priorizar, então dei-me meia hora para vir à net. Tanto tempo, lol.
Mais sobre mim... não há muito mais, agora antes da Carla, sou a mãe da Carmen! O corpo vai indo ao lugar. Já me consigo enfiar (a custo, lol) dentro das minhas calças de ganga, se bem que ficando apertadas na barriga, parece que ando com mais "chicha" a abanar, mas isto vai com o tempo. Nunca mais me pesei, da ultima vez tinha 54, 500kg. Faltam perder mais 4 kg, embora não me desgoste de ver assim, estava magra demais, falta mesmo definir um pouco.

Pensei reiniciar as aulas de Pilates, mas é uma grande aventura prever horários, portanto pus de parte a ipótese por enquanto. O meu H comprou uma passadeira para juntar ao meu "ginásio" caseiro, mas a disposição tem sido quase nula. Agarro-me por vezes a uma vontade de fazer um plano de treino, com abdominais e cardio, mas se não durmir bem, não vale a pena.

Resta-me dançar com a minha Carmen, carregá-la cá e lá, passear sempre que o tempo ajuda... Querereu melhor treino que este?

Quanto à princesa cá do reino, já tem 6 semanas e está fofa e linda. Os seus olhos riem e já começa a palrar. Entretém-se (por breves instantes) com a bonecada e é muito simpática. Começa a ser mais fácil identificar os seus horários, sendo que passa muito tempo acordada.
Agora tem dormido a partir das 23h/24h até às 4 e tal da manhã. Mama, e dorme até às 8 e tal/ 9 horas. Valha-nos noites assim. Depois de manhã mama, fica de olho arregalado, anda comigo cá e lá. Por vezes vamos passear, outras dormita por meia hora.

"apaga lá para a 13 horas/14h e faz a sua folguinha até às 16H. Mama, brinca, às vezes dorme mais um bocadinho outras nem pensar. Vamos a banhos, papas e recomeça o filme....

Quanto ao rabinho, passaram-se 2 semanas e a candidiase não desaparece. Tento contactar a pediatra e não me liga de volta. Começo a ficar chateada e só espero que haja uma justificação plausivel para não me contactar, pois senão vai levar um bom recado na consulta e não sei se pondero em trocar, embora tenha ficado com boa impressão dela, não quero nem pensar que acontece alguma urgencia e eu fique agarrada, sem puder contar com a sua ajuda.

E por aqui andamos. Ai as horas, toca a ir passar a ferro! Que frete

beijocas
Carla

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Mais do mesmo

A Carmen já tem 1 mês e cresce a olhos vistos.
Começo a arrumar algumas roupitas que já não lhe servem...Na Sexta feira pesava 4200kg.
Cada vez está mais amorosa e só tem mimo naquele rabo. Agora começa a interagir mais ao mesmo tempo que passa mais tempo desperta. Derreto-me toda quando arregala os olhinhos e faz boquinhas à espera que fale com ela, para depois me dar um sorriso lindo!
Ela é que manda cá em casa e continuamos ao sabor da corrente. Há noites que dorme dorme, outras que não quer dormir, mas felizmente não chora muito, não tem muitas cólicas.
De noite custa-me mais, tento nãO falar com ela e manter só uma luz de presença acesa para ver se a rapariga distingue dia de noite. Por vezes está tão desperta que quer festa e eu tenho que me conter para não lhe dar conversa, senão... o caso fica mal parado.
Mudámos-lhe da alcofa para a caminha de grades e acho que me custou mais a mim do que a ela.
Desde ontem que quando está quase a despertar que se agarra às mãos e começa a chuchar, parece uma desensofrida! Lol. Questiono-me se não poderia dar-lhe uma xuxa, mas tenho receio, embora me pareça que a amamentação esteja bem estabelecida, vou aguardar pela opinião da pediatra.
Só me preocupa o fungo que tem no rabinho- Candidiase. Não vejo melhoras :(. Também quando foi detectado estava mesmo nos inicios, só tinha tipo uma borbulhinha perto do rabo, agora está cheia de borbulhinhas. Tento lavar sempre muito bem as mãos, para ver se não me passa o fungo. Mas é preciso ginástica, pois tenho que sair de ao pé dela, enfiar-lhe em cima da cama e rodear-lhe de almofadas. A ver se compro um daqueles desinfectantes para a mãos que não é preciso enxaguar.
E prontos, a moça está a dormir mas prestes a acordar.
beijinho a todas
Carla

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Na pediatra

Já viram este tempo? Mesmo ontem estava um calor abrasador e hoje o frio veio-nos visitar ... Já é tempo dele, mas assim de repente, custa mais.

Segunda-feira fomos à pediatra. Estivémos à espera da médica meia hora e a Carmencita acordou a pedir maminha. Portanto a abordagem à pediatra foi de mama enfiada na boca da pimpolha, lol.

Gostei muito da Dra., muito atenciosa. Esclareceu-me uma série de duvidas, claro está, nada a ver com o Centro de Saúde, pudera. Ou pagas ou... enfim.

As coisas boas: a Carmen está óptima, a desenvolver-se bem, com boa vitalidade e mobilidade. Pesava já mais de 4 kg e media 53 cm. Parece uma bolinha ;) Colaborou com a médica e ainda lhe deu uma espécie de sorriso. para o final já estava a ficar rabujenta.

Estava preocupada com umas borbulhinhas que começaram a aparecer pela carinha. Trata-se de eczema do lactente, normal em crianças amamentadas, portanto até aqui tudo bem.

Queixei-me do rabinho, que estava a assar e que lhe tinha achado 2 borbulhinhas muito encarnadas junto ao rabinho.. A médica mal olhou disse que era um fungo :( Candidiase. Pomada anti-fungica a cada muda da fralda.

Depois fiz-lhe uma séria de questões em relação à mama, às mudas de fraldas, banhocas e afins e fomos mantendo uma conversa agradável. Fiquei mais descansada, parece que afinal não me estou a sair mal nos cuidados à carmen. Isto vai lá... é preciso é paciência e muito jogo de cintura.

Saí de lá mais aliviada, com a prescrição da vitamina D, beruron em caso de febre e a tal pomada.
E com informação sobre as vacinas não obrigatórias, a prevenar e a do rotavirus... Não vou arriscar, embora tenha intenção de ficar com a minha filhota o maior tempo que puder, não vou pô-la na Creche, só quando tiver 1 ano, vais vale prevenir que remediar.

E ficámos de consulta marcada para os 2 meses.

E como vai a princesa... bem isto é de luas, ou dias, quer dizer... noites! Ora dorme bem, às horas desejáveis, passa muito tempo desperta e dorme muito bem à noite, como tem sido o habitual.
Ou tem dias, como ontem que leva dormindo todo o dia, só acorda pra mamar e depois não me deixa dormirà noite.
Esta noite acordou eram 3:40 e só voltou a dormir eram 9 da manhã! Imaginam? Dava-lhe de mamar, ela acabava por adormeçer, mal lhe punha na alcofinha começava a miar! Daqui ao choro era um instante Queria companhia. Depois borrava-se até às orelhas, lá lhe pegava para lhe mudar, ficava desperta. E andou nisto toda a noite. Eu já estava desesperada, cheia de sono...

O que vale é o meu trapo. Senão como fazia durante o dia?

E cá está ela a miar, a pedir atenção. Sp que me lembro de vir ao pc, é automático. Acho que não me gosta de ver de óculos lol!

Bem, cá vou eu, um beijinho a todas e numa próxima oportunidade, quer dizer fugida vou espreitar mais uns cantinhos, sim eu espreito, mas raramente consgo comentar...

Carla

domingo, 19 de outubro de 2008

4 semanas


Parece que foi ontem e a minha princesa já sabe meditar! eh eh eh
Fez 4 semanas. Por agora as coisas estão a fluir. òbviamente que aquilo que é hoje, amanhã poderá não ser, mas isso é normal, não é?
Hoje finalmente consegui combinar que me trouxessem a casa o pano porta-bébés. Já tenho a minha "barriga" de trapo, para puder andar com a pimpolha e ter as mãos livres para me desenrascar nas lides da casa. A primeira coisa que fiz foi lavar o pano para puder usá-lo o quanto antes.
Saí para almoçar com os meus pais e dar o passeio de costume e quando cheguei a casa, fui experimentar o sling. Para além da bebe ter adorado, para mim é um grande alivio, só vejo vantagens e as costinhas agradeçem ;) Recomendo vivamente.
Depois foi sessão de roupa. Tenho o roupeiro cheio de roupa "herdada" da minha sobrinha e andei a experimentar À Carmen. Parece mentira, há peças dos 3 meses que já lhe cabem!
Tem roupa para se vestir todos os dias, 2 mudas pelo menos.
Bem, e de resto, são as rotinas: maminha, banho, massagem, colinho e soneca.
Amanhã vamos À pediatra. Vamos ver como corre.
beijinhos
Carla

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Cada vez mais exigente...

Pensei escrever um post sobre o que me vai cá dentro... do turbilhão de emoções que fui sentindo neste percurso de 3 semanas, da minha aparência fisica e de como tenho gerido o meu tempo... Lembro-me das palavras da querida Anna Pires: "não te esqueças de ti"...
Tenho seguido o seu conselho, mas não tem sido fácil. Durmo em médi 4 a 6 horas repartidas por mamadas. Ando a fugir de forma a conseguir tomar um banho e colocar os meus cremes antes da Carmen acordar. Por vezes não consigo, mas vou tentanto.
Neste momento olho-me ao espelho e tento ver o lado positivo desta nova jornada. As olheiras estão presentes, mas embora possa não sair de casa, sempre coloco um rimel nos olhos para dar outro ar.
O meu corpo está a ir ao lugar. A barriga está francamente melhor. Tenho feito umas séries de abdominais sempre que posso e felizmente as estrias não apareceram. Em compensação, quando me subiu o leite, as mamas ficaram tão cheias e duras que fiquei com uma sra. estria no peito direito. Não sei se lhe seguirão mais! É uma coisa que não posso controlar, portanto o melhor é não stressar, tenho muito em que me entreter e confesso que a paranóia da estria rapidamente foi esquecida, pois tenho um ser que depende exclusivamente de mim, não há tempo para depressões pos-parto. Até agora perdi 10 kg e tenho-me mantido nos 55 kg.
Ando sempre a atacar a cozinha, pois dar de mamar dá-me uma fraqueza tal, que tenho que me alimentar, senão não há energia suficiente para aguentar as noites em branco.

E a Carmen já está a acordar! Completou no Domingo 3 semanas e está a aumentar bem de peso.
Esta semana estava com 3 kilos oitocentas e tal. Também fui à consulta no Centro de Saúde, mas não comento, porque não há nada a comentar. Aquilo é uma tristeza e coitados daqueles que não têm possibilidades de recorrer ao privado, portanto tenho consulta marcada com a pediatra para dia 20 deste mês.

A minha filhota está cada vez mais exigente. Não sei se se trata apenas duma fase, mas não tem sido aquela bebe de só comer e dormir. Agora tem feito soninhos curtos e chora muito, reclama constantemente a minha presença e só quer colo. Por vezes acaba por ser agoniante, não perceber o que ela quer. Chego à conclusão que quer atenção, pois cala-se automaticamente assim que lhe coloco ao colo. Aninha-se e deixa-se dormir. Depois coloco-a na espreguiçadeira e arregala logo o olho. Passado pouco tempo começa a "miar" e se não é logo atendida, começa na choradeira até ficar desconsolada. De dia ainda vá lá que não vá, mas à noite é bastante cansativo, para além do facto que não puder planear nada, porque não sei se ela vai deixar-me fazer...
Outra coisa engraçada, sempre que lhe ponho no ovinho chora imenso, mas quando abro a porta de casa e chamo o elevador ela cala-se e dorme durante os passeios.
Também não sei se começou com as cólicas, parece-me que sim :( porque esperneia e então eu estico-lhe as pernocas e ela dá uns puns...

E agora tenho de ir ter com a minha princesa que chora e o pai não dá conta dela.

beijocas a todas
Carla

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

E uns dias depois...

Sexta feira cinzenta!
O pai tirou 2 dias - ontem e hoje o que me ajudou imenso a "descansar" a cabeça. Sim, porque fisicamente a Carmen só me quer a mim, quer dizer... Às minhas mamas! lol. Sempre que a passo ao pai e tenho a feliz ideia de ir fazer alguma coisa, ela desata a chorar.
Ontem à hora do jantar, já embalada pu-la na espreguicadeira e fui finalmente tomar o meu banho. Só tive tempo de tirar a espuma do cabelo e vir a correr, pois a menina acordou e não havia quem a calasse. Haviam de me ver, borrada até ao pescoço por causa do rimel, de toalha enfiada nos cabelos à pressa e em segundos ja a tinha a mamar! Estava desconsolada, mas não me pareceu serem colicas porque ela graças a deus continua a borrar-se bem.
Bem, esta semana não parámos. Andámos a passear e fui com ela a um workshop sobre massagem. Na altura estava a dormir, pelo que fiz num boneco.
Todos os dias, se não estiver rabujenta faço-lhe uma massagem depois do banho e ela fica toda consolada ;)
Ontem por exemplo, passámos todo o tempo na rua. Tive que ir à clinica por uns assuntos em dia, depois foi vir almoçar e fomos de seguida dar uma 1ª voltinha maior de carro. Apanhando-se no carro é uma maravilha, não há quem a acorde. Tive tempo para ir às compras, entrar numas lojas para comprar umas blusas, a ver se me sobe o ego (lol) e ir, por fim fazer uma aula experimental de babyoga.
A Carmen ainda é pequenina, portanto tinha acabado de acordar e levou toda a aula a mamar (lol). Também é aconselhável praticar a partir das 6 semanas. Mas fiquei atenta de forma a captar o maior numero de exercicios para os puder fazer em casa. O problema é que as sequências envolvem canções e isso já é demais para uma pessoa só.
Hoje já fizémos e ela adorou!
Bem, no Domingo a Carmencita faz 3 semanas e 2ª feira terá a sua primeira consulta no Centro de Saúde.
Muitos beijinhos a todas e bom fim de semana
CArla

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

15 dias depois...

Cá estamos...

A vida mudou radicalmente e gira agora em torno da Carmencita. Tenho saudades dos passeios pelos vossos cantinhos, mas acreditem que tempo livre e descanso agora escasseiam por estas bandas.

Mais uma vez, e porque a Carmen agora faz a sua sesta, venho cá apressadamente dar novidades acerca da aventura pela maternidade.
A 1ª semana foi uma dupla descoberta em todos os sentidos... Vamos aprendendo a conhecer o nosso bebe, embora me tenha visto aflita com a carmen nos braços sozinha, sem o marido em casa para ajudar, então foi mesmo necessário ir jogando mãos À princesa e ir levando o barco.
Inicialmente pairou algum stress, por ela mamar muito e não arrotar... depois de tempos infinitos a ver se arrotava, por vezes era vencida pelo cansaço e a boa da carmen toca de se bolsar. lol
Imaginem o filme, toda limpinha, muda de roupa nova e tunga! Suja-se toda. Ora bolsa-se. ora borra-se, portanto a meu tempo passa-se entre fraldário, cadeira onde amamento e rápidos assaltos à cozinha, onde como à pressa, pois só consigo respirar quando ela dorme...
E quando ela dorme, há que lavar a roupita dela, estender, passar, dar um jeito na cozinha, planear alguma refeição, etc,etc, uma grande aventura...

Mas quando se decide a dormir, faz longos soninhos, o que me permite orientar estas coisas. Descansar é mentira! À noite todos dizem que a Carmen é um anjo, porque aguenta-se se for preciso 5/6 horas a dormir. No entanto, acabo por ter que a acordar, pois é um drama com as mamas! Ora não durmo porque tenho que lhe dar de mamar, ora durmo mal porque não me aguento com as mamas, de tão cheias que estão...

Adiante! A semana passada começaram as visitas ao centro de saúde para o peso. Tive que me fazer à rua, o que inicialmente me deu alguma confusão, porque sair com horas marcadas é muito dificil, acontece sempre algum contratempo, o que me deixa com algumas camadas de stresse no corpo. Mas temos conseguido :)

Na 1ª semana emagreceu 10 gramas, o que é excelente. Por esta altura os bebes podem perder até 10% do seu peso total. Hoje voltámos novamente ao peso. Mais umas camadas de irritação, pois marcaram para o meio dia, chego ao centro de saúde e não há enfermeira! Depois de ficar ali de seca, ninguém se digna a dizer nada. Resumindo, andava uma enfermeira de módulo em módulo que o que me disse foi para voltar de tarde! Eu fiquei enraivecida. È o que podemos contar com o nosso sistema nacional de saúde.

E não fosse eu como sou, peguei na miuda e enfiei-me na sala. Despi-a e pesei-a eu mesma! Está neste momento com 3, 490kg. Aumentou o que é bom...Depois registei no boletim e fui-me embora com vontade de pedir o livro de reclamações.

Todos os dias temos feito um passeio e a carmen adora andar no carrinho!

ANdo muito cansada, e por vezes fico rabujenta e o marido é que paga, mas depois tudo passa quando olho para a minha princesa.

Um beijinho muito grande a todas e espero que estejam bem.

Muito sorte para quem está em tratamento.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

De volta com a Carmen...








SEM PALAVRAS...












Olá amigas, venho de fugida ao forum para vos agradecer todo o apoio e mensagens... Fiquei com a lágrimita no canto do olho!
A Carmen tem 10 dias e neste momento andamo-nos a conhecer uma à outra . Até agora tem sido uma doce bebe, calma que dorme, come, borra-se e já se vai entretendo sozinha por instantes!

Foi no Domingo, dia 22 Setembro pelas 18:21 que a princesa nasceu, com 3,270kg e 48,5 cm. Quanto ao parto, na noite de Sábado começei com contracções mais ou menos regulares que se foram intensificando. Umas 2 e tal da manhã pensei que fosse melhor ir para o hospital, pois embora as contracções fossem toleráveis, eram de 5 em 5 minutos. Chegada ao hospital fizeram-me o CTG que acusou contracções irregulares, e a Carmen que estava muito bem a dormir, teve-se borrifando para se mexer... Nem com rebuçado, nem com abanão, por isso e por precaução fiquei internada. Eram 5h da manhã. As dores iam e viam e não dormi na expectatica de amanhecer rápido e poder repetir o CTG, para me certificar que a menina estava bem.
Assim foi -de manhãzinha a Carmen já se mexia como habitualmente o faz, fartando-se de rabear.
Nesta altura tinha o colo do utero apagado e 3 dedos dilatação. A enfermeira com cara de poucos amigos, disse-me que não havia médico de visita e que não queria grávidas ali a fazer turismo e no que diz isto, rebenta-me a bolsa. Havia água por todo o lado...
Depois disto, começou cheia de pressas, a mandar-me arrumar as coisas, mal tive tempo para ligar para o meu marido. Fui para a sala de partos e estive sempre bem, tudo nas calmas, levei a epidural... mas a fome e cansaço estavam para ficar e eu só pensava que quando chegasse a hora H ia estar desfalecida, pois estava com uma maçã no estômago desde as 3 da manhã. Entretanto disseram-me que iam aguardar pela enfermeira parteira, que me fez a preparação para o parto, de forma que a coisa se processou inicialmente de forma mais lenta.

Entretanto a dilatação ia-se fazendo e por final a enfermeira disse-me que estava quase, que sentia a bebe a rodar, era uma questão de tempo. Disse-me se levasse naquele momento a repicagem da epidural que o processo de atrasava, pelo que eu então optei por não levar ..

Resumindo: andei a penar cheia de dores e a Carmen não havia meio de nascer. Percebi que as coisas não estavam assim tão fáceis. A enfermeira disse-me que a bebe estava alta e que a rotação que ela estava fazendo não era a correcta. Foi pedir opinião a outra colega, que disse que o meu problema era não fazer força . Enfim... Não se tratava de força, tratava-se da posição do bebe.
Depois de algum tempo, a enfermeira disse-me que teria que ter uma ajuda, que não queria cortar-me mas que seria melhor. Eu só queria ver a minha menina cá fora, por isso disse amen a tudo! Mas pedi outra dose de anestesia pois não aguentava as dores, visto que as minhas contracções eram muito intensas, mas curtas o que tb não facilitava a expulsão...

Nesta altura e já com o efeito da epidural, só vi o meu marido ao meu lado, uma enfermeira em cima da minha barriga, eu a fazer o máximo de força que podia e a parteira à espera do momento. Nesta altura foram necessários 2/3 puxões e tinha a minha princesa nos braços. Chorei que nem uma madalena, eu e o meu marido. Ela ficou coladinha ao meu peito a olhar para mim quietinha. Nunca vou esquecer este momento!

Bom, e que testamento. Eu volto a dar noticias. Agora a carmen exige maminha!

beijinhos a todas

sábado, 20 de setembro de 2008

Barriguita de Carmen


Tenho para mim, que será o ultimo post que escrevo grávida! E que saudades eu já começo a ter...
Hoje, fui ao hospital ter com a enfermeira, uma querida, 5 estrelas! Entrei e sem demoras fui fazer CTG.
Disse-me que a Carmen estava óptima e que eu apresentava contracções irregulares.
Depois observou-me, e o que me disse foi que já tinha o colo do útero apagado e 1 dedo de dilatação... que estaria para breve.
Como vos disse, ontem fui fazer acunpuctura, não sei se influenciou de alguma forma, o que é facto é que me sinto renovada e tranquila. Finalmente energizada para o que aí vem.
Desde que cheguei a casa que tenho moinhas nos rins que não se vão embora, às vezes mais intensas... outras menos.
Talvez não passe deste fim de semana, desta noite quiçá!
Amigas, um beijo muito grande a cada uma de vós, que me acompanharam nos momentos bons e péssimos de quem passa pelo terrivel caminho da infertilidade. Não desistam. Nós somos mulheres únicas e especiais, podem ter a certeza disso.
Até breve!
Carla

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Ainda por cá ando...

Pois é minhas amigas, eu cá ando!

Não se preocupem que ela nascendo, a novidade será dada ;) Continuo à espera, e não sinto grandes modificações. Não tenho contracções apenas algumas moinhas que vão e vêm.

Hoje voltei ao médico, mas confesso que fiquei um pouco chateada. O CTG continua avariado (vá lá que liguei previamente e já sabia que não ia fazê-lo) e ia um pouco expectante por saber como esta consulta se iria desenrolar, mas nada de novo :(

Não sei se será impressão minha, mas começo a achar este acompanhamento um pouco indulgente. Perto das 40 semanas, não se dignou enviar-me ao hospital para fazer CTG sabendo que o dele está avariado. Limitou-se a fazer outra ecografia as 3 pancadas onde me voltou a repetir que a Carmen está bem e que o colo do útero continua fechado.

Até pode estar, mas acredito que já se tenham dado algumas alterações dado os sintomas que tenho: picadas cada vez mais intensas. Talvez sejam "cucus" de mamã de primeira viagem, mas do que tenho ouvido falar em relação a outras grávidas, têm tido outra atenção por parte dos médicos.
Resumindo, perguntei-lhe então se ela não se decidisse nascer até 22 Setembro o que se faria, ao que me respondeu para ir ter com ele dia 22/09 que aí iria decidir-se.

Saida da consulta, com este sentimento de insatisfação liguei para a enfermeira parteira que me deu as aulas de ppp. Acho que ficou um pouco admirada de nem sequer o médico me ter observado, feito o tal toque...
Disse-me para lhe ligar no Sábado de manhã, porque estava a fazer manhã e tarde no Hospital, e portanto para lá ir fazer o CTG e o tal toque... Enfim!
Fiquei mesmo aborrecida, e por isso talvez mais suscptivel aos comentários ingénuos de quem pergunta quando ela nasce, e não se decide e blá blá blá.

Não sei se movida por este sentimento, liguei ao acunpuctor e marquei sessão para amanhã, para ver se se acelera o dia D.

Vou dando noticias

beijos
Carla

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Será esta semana?

Amigas,

39 semanas!

O fim de semana foi agradável. Este é um mês de muitos aniversários e a Carmen vai também engrossar a lista de aniversariantes de Setembro.
No Sábado tive 2: um pela tarde dentro, outro pela noite! Descuidei-me com a comida, mas tanta coisinha boa ali à mão, não resisti! Para compensar fui deixar o carro de propósito a casa, para me mexer.
Domingo, fartei-me de rir, pois decidimos ir à praia e levar só fruta para ver se desintoxicava. Resultado: uma "barrigada" de fome que me fez regressar a casa mais cedo do que o previsto!
Cheguei a casa maçada pelas caminhadas e depois de um bom banho pus-me de sofá e ainda dormitei um bocadinho. Fui acordada pelo telemóvel. Era a enfermeira do curso de ppp a dizer-me que a rapariga que esperava para o mesmo dia que eu (22Ste) já tinha o seu anjinho nos braços e que se a minha se decidisse, que estaria a fazer noite! Olhei para o horizonte e vi uma lua cheia! Por momentos, embora sinta que ainda não estava na hora, pensei que poderia ser já!

á noite foi também quando senti, umas ferruadas na dita cuja, nunca as tinha sentido de forma tão regular. Provocaram-se uma sensação muito estranha, mas depois deitei-me e passou! Problema vai ser o meu marido, que anda super ansioso, o que faz com que me "irrite". Quero ver quando chegar a altura! Parece que vai ser ele a parir, lol.

De resto, não queria acreditar, mas a barriga parece que ainda cresce! Meu Deus, a comichão está demais e ando frequentemente a esfregar-me com óleo de amêndoas doces. Esta noite foi demais.

Agora estou por casa. Ainda vou trabalhar ao fim da tarde, para ensinar alguns procedimentos a quem lá fica enquanto eu não puder. Hoje vai ser até às tantas, mas do que me queixo eu?
Estar em casa, deixa-me aborrecida pois tenho as coisas para a chegada da princesa organizadas e também não tenho muitos apetites de fazer seja o que for... Que dilema! Só preguiça!

Para além disso ando muito lamechas. Comovi-me com muitas de vocês... mas isso é outra história... que este post já vai longo.
Por agora abre-se concurso à vidência! lol. Qual é o vosso palpite para a data do parto? Vamos lá ver quem acerta!

beijinhos a todos
Carla

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Qual CTG!???

Ontem saí apressadamente de casa, porque tinha marcado CTG às 2 da tarde!
Qual não foi o meu espanto quando a recepcionista me abordou dizendo que o CTG estava avariado, mas para aguardar pela consulta do médico.
A minha primeira reacção foi de aborrecimento, pois poderiam ter ligado a informar sobre o sucedido e agendar para outra altura, visto que nem as análises tinha para mostrar ao Dr! Mas depois, já que lá estava, nada mais restava do que esperar...
Entrei e o médico fez-me outra ecografia, às 3 pancadas, mas fê-la. Ao menos serviu para me certificar que a Carmen continua de cabecita para baixo ;) uffff! Que alivio! Acrescentou apenas que tinha o colo do utero fechado. Pudera, ela está tão bem na sua casota, não quer saber ainda de sair cá para fora... Mas eu confesso que estou a ficar desejosa...
Hoje fui por algum trabalho em dia. Algumas amigas começam a fazer as ultimas visitas antes da pricesa nascer e eu, continuo a sentir-me muito bem!
Hoje deu-me um ataque de nostalgia, talvez uma despedida da minha barriga de Carmen e liguei a musica como por vezes fazia, e dançei com a minha filhota uma espécie de dança do ventre! Sim, uma espécie, pois embora me consiga mexer com alguma agilidade, o objectivo é mesmo conectar-me com o meu corpo e espirito numa espécie de meditação activa.

A partir de agora vou reforçar as minhas caminhadas. Começei a subir até ao 4. andar a pé e lembrei-me das tisanas que favorecem as contracções uterinas... A Saber: chá de folhas de framboesa, erva-são cristóvão preta e gengibre. Deixa lá ver se pela minha terriola consigo arranjá-las.

E o tempo vai passando. Supostamente tenho CTG marcado para o próximo dia 18 Setembro, se me aguentar até lá. Fui buscar as análises e os valores parecem encontrar-se todos dentro da normalidade.

Gostaria que a minha princesa nascesse até o dia da previsão do parto, ou seja 22 Setembro, mas ela é que sabe ;) Espero que não seja necessário recorrer à acunpuctura, mas antes agulhas do que parto induzido.

E caminhamos a passos largos para o fim de semana! Amanhã vou à praia se o tempo não resolver mudar.

Beijinhos
Carla

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

O quartinho da Carmen

HÁ 4 ANOS ATRÁS...


Estava maravilhada com a certeza de engravidar... por isso quando mudámos de casa, "o quarto do bebe" foi pintado... num dia pintei as paredes e aos poucos ia pondo uma coisinha aqui e acolá.

O que é certo é que o tempo foi passando. A dor silenciosa da infertilidade ia minando este canto que tinha projectado com tanto amor e... aos poucos a porta foi fechada para raramente se abrir. Tornou-se pesado demais, doía muito...

Quando finalmente engravidei, entrei a medo neste quarto "esquecido" mas sentia que o tinha de mudar. Já não fazia sentido a decoração "vazia" que lhe tinha dado. Decidi mudar-lhe a "cara" e começaram as 1as experiências com as cores. Que responsabilidade!


UMA NOVA PORTA SE ABRIU...



Benvindas ao Cantinho da Carmen!































Apaixonei-me pelo tapete! A cómoda mandei-a fazer ao carpinteiro e depois pintei-a. Prateleira do Lidl.... pintadinha ficou à maneira ;) A flor de madeira também a pintei naquela fase em que andei paranóica com as bricolages...A cadeira tinha a parte central pintada de azul...

















Hoje sinto-me com o coração tranquilo e sorridente e consigo sentar-me na caminha e apreciar o resultado dos meus trabalhos manuais ...

A tal colchinha que vos falei... que trabalheira deu, mas gostei do resultado final ;) O véu era do berço da minha sobrinha. Como penso que não ficaria bem com o conjunto de roupa que comprei para o berçinho, decidi experimentar na cama e voilá!
O quadro foi feito por uma colega. Muito obrigada! Quanto à mesa de cabeçeira, tinha-a comprado na Casa e dei-lhe umas pinceladas para ficar com um ar mais personalizado. O abajour já vos tinha mostrado.


A minha maior extravagância foram os puxadores do roupeiro! Apaixonei-me por eles e gastei uma pipa de massa e depois... caiu-me tudo quando entrei numa loja de materiais de madeira para pintar e vi-os a 1, 70€ cada! Eu comprei-os feitos por 7 €.

A outra parede onde coloquei uns stickers com as nuvenzitas e um dos quadros que pintei....



A banheirinha foi herdada da sobrinha!

A alcofa mandei lavá-la e encolheu um bom bocado...
A parte de cima não cedeu e terá que voltar à lavandaria para lhe darem novo concerto...

Agora só falta chegar a minha princesa. As coisitas estão mais ou menos organizadas e o berço só será montado quando ela nascer, senão a minha mãe esgana-me! lol. E ficará no nosso quarto, nos primeiros tempos.

De resto, vou indo. Desejando ter a minha pimpolha nos braços... Hoje fui fazer o tal batalhão de análises, mas só as tenho prontas quinta-feira... Vou sentido umas moinhas no fundo da barriga (que não sei se serão contracções)e pouco mais.

Por hoje é tudo ;)

volto com mais novidades na 4ª feira. Até lá, bom trabalho para todas.

beijinhos

Carla

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

A consulta

Finalmente o ansiado dia chegou! O médico apareceu incrivelmente antes da hora, o que foi bom porque assim não esperei nada.
Entrámos e a primeira coisa que nos disse foi: então com quase 38 semanas... A qualquer momento já pode nascer! Eu já ia arregaçada, pronta a metralhar-lhe com mil e uma perguntas sobre a posição da pimpolha, da necessidade de fazer uma possivel cesariana e ele...
sempre impávido e sereno.
Com muita calma, pôs-se a actualizar o registo de gravidez, medir tensão, peso e afins... Esta menina está com mais 13 kg! Não sei como, mas é um facto.
Depois a tão desejada ecografia:
Se eu não visse não acreditava, mas a minha Carmenlita estava em posição cefálica! Sim, o médico assim que colocou o tal aparelho cá baixo na barriga, vi aparecer uma cabeçinha... Depois de tanta preocupação, fiquei com um misto de alivio, alegria, mas ainda pouco convicta, tal foram as energias que gastei nesta questão.
A pressão que sinto debaixo do peito é o rabinho! Só que como tenho muito liquido ela consegue bailar cá e lá, não parando quieta. A minha pimpolha está toda enroladinha, numa posição acrobática, mas segundo o médico, pronta a nascer na eventualidade de eu entrar em trabalho de parto.
É por isso que a enfermeira não percebe onde ela anda, pois não assume literalmente a posição classica do bebe, de cabeça para baixo e pernas para o estômago.
Saiu-me um peso de cima... Acho que não vou prestar tanta atenção à enfermeira, que acaba por me stressar e continuo com o eco da voz dela na minha cabeça: "ainda se mete de cabeça pra baixo para o médico e depois volta-se outra vez".
Não quer dizer que isso não possa acontecer, mas eu que sou uma pessoa positiva por natureza, tenho vindo a deixar-me influenciar negativamente pelo ambiente das aulas de preparação para o parto, onde inevitavelmente se fazem comparações e eu fugo um pouco à norma... pudera! Não sabem elas o que significa este milagre da vida para mim...

Depois desta revelação, tudo se tornou menos importante e até me esqueci de falar sobre as malditas hemerroidas...
A Carmen pesa neste momento cerca de 3, 182 Kg e o médico mandou-me fazer um batalhão de análises. Quarta- feira que vem vou fazer o CTG e depois... depois logo se verá!

beijinhos a todas e bom fim de semana

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Retorno às Terapias Alternativas

Depois de ponderar sobre o que fazer, decidi procurar o meu mestre de Chi-Kung, que faz acunpuctura e decidi experimentar fazer moxabustão...
Tivemos uma conversa muito agradável e compreendi a origem de alguns pseudo-sintomas que tenho tido. Devem-se a um bloqueio energético, que se reflecte no cansaço, no calor que sinto, na respiração, etc...
Como já tinha saudades das agulhas, lol. espetou-me umas benditas e lá fiquei deitadinha...
Depois explicou-me o processo de rotação dos bebes, sob o ponto de vista da medicina tradicional chinesa e também as causas por o processo não decorrer de forma normal e passámos à parte da moxa.
É Simples, bastam 10 minutos de moxabustão por dia. Expllicou-me o ponto onde devo incidir o calor e agora é repetir o processo todos os dias até Sexta-Feira, altura em que terei a consulta.
Vamos ver no que dá!
Hoje tinha aula de preparação para o parto, mas o módulo era sobre recuperação pós-parto. Confesso que já ando um pouco farta das aulas, por isso acabei por fazer gazeta, já que daqui a 10 minutos começo a trabalhar e tendo ido à aula, nem tempo teria tido para lanchar.
Depois com um marido prof de educação fisica e os meus hábitos desportivos, acredito que não precise de mais sensibilização nesse sentido.
E por agora são estas as minhas novidades.
Beijinhos a todas
Carla

domingo, 31 de agosto de 2008

37 semanas

é assim que me sinto! Molengona como a Fifi, a mascote da minha mãe.
Desde Sexta-Feira que a pilha está mais fraca. Ou então fui eu que me habituei a não parar e os outros estranham de me ver neste estado de maior dormência, lol.
A minha barriga de 37 semanas fresquinhas parece que vai explodir e tem andado toda deformada. Sinto a Carmen num grande frenesim.
Ontem não fomos à praia, decidi antes ir dar um passeio com os meus pais e andei com uma dor de pés incomodativa. Para ajudar à festa, tenho andado com alguma obstipação por causa do suplemento de ferro e de vez em quando as hemerróidas vêm visitar-me! Ontem foi um dia daqueles, nem posição tinha para me sentar, hoje está um pouco melhor mas continua assanhada.
Neste momento, não há noite que não sonhe com algo relacionado com a pimpolha, deve ser pelo facto de se estar a aproximar o dia, embora esteja tranquila pois são sonhos bons, nada de pesadelos:)
Em relação à posição da Carmen, eu já não percebo nada! Tenho-a sentido a pressionar-me muito mesmo por debaixo do peito do lado direito, mas chegada a noite, já me parece que está atravessada.
Estou num grande dilema, pois não faço ideia de como ela está posicionada e estava muito inclinada para ir fazer umas sessões de moxabustão, que ajudam a virar o bebe para a posição correcta. Só que para isso é necessário haver uma monotorização ecográfica porque enquanto for aplicando a moxa ela irá continuar a rodar. Não sei se aguarde até dia 5, Sexta-Feira que vem, data em que vou fazer a ecografia, ou faça antes as sessões para ver se ela se encaixa até à consulta.
As minhas duvidas prendem-se ao facto de agora estar a senti-la de forma diferente que o habitual, e não sei até que ponto é que ela não estará a aninhar-se na posição correcta. depois, até que ponto é que ela, mesmo posicionando-se com a moxabustão, depois não se farte de estar de cabeça para baixo, vá à sua vidinha novamente?
De qualquer forma, amanhã como só tenho que ir trabalhar ao final do dia, vou aproveitar para ir à cabeleireira, visto que depois será mais dificil arranjar disponibilidade e vou falar com o acunpuctor e perguntar-lhe a sua opinião.
E com isto, estamos no final da tarde de Domingo! Só saí para ir almoçar com os meus pais e tenho estado em casa. E por cá, está um belo dia, acho que vou dar um passeio pela minha terriola para depois já não sair da toca.
Beijinhos
Carla

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Nuvem da Infertilidade



Não poderia deixar de partilhar convosco, o resultado do trabalho que foi desenvolvido no forum da APF, abraçado pela nossa querida Anna Pires. Esta núvem de palavras surge como fruto da mobilização de rostos que viram a nuvem da infertilidade pairar sobre suas vidas. Está cá tudo!
Um grande beijinho a todos e bem hajam pela iniciativa.
Vale a pena visitar o link: http://www.apfertilidade.org/blog/.
Bom fim de semana
Carla

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

O meu regresso

É verdade! Regressei no Domingo pela noite de uns dias fantásticos que passei nos Hungares, uma ilha perdida, no seu estado selvagem... Quem lá tem as suas casas de férias, não conta com àgua ou luz! Tem que se recorrer aos geradores e à agua do poço. Muito rudimentar, é certo... mas num instante nós habituamo-nos e deixamos de pensar no mundo que nos envolve.


Foram dias de descanso, de praia, de muitas caminhadas por vezes exageradas, cujo resultado foram as minhas dores nos lombares (rins) quando me deitava. Será que vou conseguir abrandar? Um dia vamos tomar café de noite à ilha mais próxima (meia hora de caminho para lá chegar), outro ponho-me de rabo para o ar a apanhar conquilhas... enfim.... tenho plena consciencia que não o devia, mas como sinto-me bem...é até apanhar um susto maior.


Entretanto o tempo passa a correr, e desde que cheguei que ando entre organização de trabalho pendente, aulas de preparação para o parto, casa e... dou por mim já no meio da semana.



Com 36 semanas de gestação, a minha Carmen continua a demonstrar ser uma menina especial pois faz o que lhe bem apetece dentro da minha barriga! Mantem-se na sua posição preferida (transversa), no entanto também anda a rabear e muda muitas vezes de poiso.



Hoje por exemplo, a enfermeira das aulas DPP apalpou-me a barriga e disse-me que ela já não estava atravessada, que continuava alta mas que se notava bem a cabeçinha e que o dorso estava na vertical. Fiquei contente!


Fomos fazer então pela primeira vez a simulação do periodo expulsivo através de uns exercicios especificos... Depois da explicação, estava a preparar-me para fazer o exercicio e a Carmen fugiu a 7 pés e foi-se aninhar novamente na sua caminha de rede! Posto isto, só fiz 1x o exercicio, pois a enfermeira não quis forçar visto que a bébé não fica confortável estando naquela posição. A enfermeira ficou admirada, como era possivel uma bebe mudar tão rapidamente de posição... eu tinha avisado...!


Assim sendo, aconselhou-me a não esperar como era suposto, por contracções regulares para ir ao Hospital. Caso começe a senti-las é ir por precaução, para prevenir qualquer tipo de complicação que possa surgir no trabalho de parto.
Com este cenário, e com consulta marcada para dia 5 Setembro (quase a entrar nas 38 semanas),vamos lá ver como ela se aninha para o médico... até pode estar cefálica... a brincar a brincar, ela não se decide e vou ter que bombardear o obstetra com uma série de perguntas.

E pronto, havia tanto por dizer... Vou sentar-me com calma e vaguear pela nossa APF e pelos vossos blogues para me inteirar das novidades.

Um beijinho a todas

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Gelado de côco...

Hoje fui invadida por um turbilhão de emoções... De repente vi-me a viajar pelo passado, pelas recordações e sabores da infância. Fui às compras e lembrei-me quando vi os pacotes de côco ralado, dos gelados que fazíamos de pudim, groselha, côco....
Ontem à noite fiz um, para matar o desejo. Saboreio depois do almoço, mas o seu sabor doce e marcante, foi também amargo. Porque momentos antes falei com a Catarina e soube da sua operação de urgência, dos momentos aflitivos e angustiantes que tem passado. Sei que um pedaço grande de si, foi arrancado e acredito que só o tempo irá cicatrizar as profundas feridas da sua alma e coração...
Agora é normal que se afaste do mundo da infertilidade e nós teremos que a respeitar, pois precisa de espaço para elaborar o seu luto...falo-lhe e escuto-lhe como amiga, mas também como psicóloga sei que esta perda ínfluenciará a sua forma de estar e sentir...deixemo-la descansar. Agora a nossa amiga precisa de ir para a sua casa, poder chorar e revoltar-se...
A vida põe-nos à prova constantemente e eu não deixo de reflectir sobre a nossa missão neste mundo! Porque somos arrastadas pela sombra da infertilidade, quando existem tantas desigualdades e injustiças? Só desejo arduamente que a mãe natureza tenha os seus projectos para todas nós... e especialmente para a Catarina, que compensem todo o sofrimento e dor...

Quanto a mim, fiquei triste e só posso oferecer o meu ombro incondicionalmente. Por outro lado, abraço-me à minha barriga e todos os dias agradeço pela dávida da vida.
Preparo-me para ir trabalhar, mas confesso que já me falta disponibilidade psicológica para enfrentar os desafios da mente humana. O que me vale é quando entro no meu gabinete, começa a minha missão de "dar amor", ajudar o outro e esqueço-me de tudo o resto.

Amanhã, vou passar uns dias para uma ilha deserta perto do Farol. Regresso, se deus quiser no Domingo e por isso, hoje sai para ir comprar uns soutiens de amamentação que ainda não tinha.
Comecei a organizar a mala para a maternidade, não vá acontecer-me alguma e num sitio destes convem ter pelo menos o saco de emergência com a 1ª muda do bebé e uma camisa de noite para mim.

Como vou estar ausente por estes dias, desejo um bom resto de semana para todas.

beijinhos
Carla

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Haja paciencia!

ontem vim cá para vos contar a minha aventura no zoomarine!
Mas ao editar a msg ocorreu um erro e pufff! Foi-se o post e já não tive paciência de fazer o mesmo desabafo novamente...
Mas resumindo, como vos tinha dito- combinámos ir ao zoomarine com a minha sobrinha. Previa-se um dia de folia e excitação para a menina. Mas os planos sairam furados.... e a aventura tornou-se um pouco agoniante. A B. não conseguiu ver nenhum dos shows: nem golfinhos, nem leões marinhos, nem papagaios... nada! Teve um medo de morte dos animadores que antecipavam o espectáculo. Fobia mesmo!
Conclusão: o programa tornou-se cansativo. Tinhamos que sair com ela, depois foi as birrinhas normais do sono e acabámos por ir para as piscinas demasiado cedo. Estava um grande calor, e eu fiquei extenuada, pois posso andar km cima a baixo, mas sol em demasia não. Viemos mais cedo e finalmente descobri, quando a pus com a mãe, que ela tinha tido uma experiência no circo... palhaços que rebentaram balões e faziam muito barulho... ficou decerto com este reforço negativo... se eu adivinhasse...
Tadinha, queria tanto ir ver os golfinhos e chegada lá, parecia que lhe estavam a arrancar a pele. No minimo tiraram-se umas fotos, para depois ela ver.

Quanto a nós, vamos aproveitando os recursos que o Algarve nos oferece nesta altura do ano.
Agora quase já não trabalho. Agosto é um mês muito fraco e tudo pára, a não ser, como é obvio a parte da restauração e hotelaria.

Hoje estou de coração (mais) apertado, pois descobriram finalmente onde está o embrião alojado.
Coitada da nossa amiga Catarina. Não se adivinham momentos fáceis. Um grande beijinho para ti minha querida...

Estarei incondicionalmente contigo.

beijinhos e bom feriado a todas

Carla

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

34 semanas

Olá a todas!

Hoje dei por mim a divagar sobre o nosso problema de fertilidade... Quero deixar os meus sinceros parabéns às grandes mulheres que deram a cara na entrevista publicada ontem no suplemento do Correio da Manhã.
Fiquei indignadissima com o comentário que foi feito no blog da nossa amiga Susana Pina, o que só reflecte uma grande ignorância e falta de humanismo na abordagem da problematica da infertilidade.
Ainda agora estive a falar com a nossa amiga Catarina, e isso sim, é motivo para nos preocuparmos. Deixemos de lado estas personagens que opinam sem conhecimento de causa e juntemo-nos numa corrente energética para dar força à nossa amiga.
Faltam-lhe respostas concretas. Mais logo virá concerteza dar noticias. deixeimo-la descansar por uns intantes.

Quanto a mim, estou bem. A semana que passou deixei uma marca de queimadura na minha barriga, quando passava umas peças da princesa. Fiquei com um vergão feio, mas estou a tratá-lo e já tem melhor aspecto. São coisas que acontecem, tenho que ter mais cuidado, pois a barriga está grande e as contas por vezes são mal feitas.
Fora isso, fui buscar o carrinho da carmen que o tinha encomendado, fiz mais umas compras e cuidei da minha sobrinha de 2 anitos.
No Sábado fui à ilha do Farol e encontrei a nossa amiga Fandrade, no barco e pude dar-lhe os parabéns pessoalmente pelo seu milagre lindo.
Domingo, completei 34 semanas de gestação. A Carmen fez questão de me lembrar, pois andou com os seus pés (presumo) enfiados nas minhas costelas, o que me deu bastante impressão e até uma leve dorzita ;).
Domingo fiquei por casa e hoje tenho andado nas lides domésticas. Aproveitei o facto de estar sozinha, para passar mais umas coisitas dela (ai se o marido sabe :)) entre outras coisas que dentro de casa há sempre para fazer. Agora vou sair da toca porque tenho aula de preparação para o parto.
Amanhã, vamos levar a minha sobrinha ao Zoomarine! Vai-se passar com os animais e a folia. Adoro esta miuda ;)
Entretanto desejo-vos uma óptima semana, quem está de férias que as disfrute em pleno, quem trabalha, uma semana descansada, sem grandes chatices.

beijinhos
Carla

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Momentos de consulta

Ontem como vos disse fui à consulta. Estava ansiosa por vê-la!

Desta vez não esperei muito e fui atendida rapidamente. Depois das perguntas de rotina, às quais nada tenho para me queixar, fomos fazer a ecografia. Apenas disse ao médico que achava que ela não estava ainda posicionada...


Assim foi. O Dr começou à procura da sua carinha, mas a papoila estava aninhada de tal forma que não foi possivel espreitá-la. Disse-me que estava tudo bem com ela, que pesava 2109 kg mas que se encontrava em posição transversa. O meu primeiro sentimento foi de preocupação e de duvidas.


Agora percebo porque a sinto tanto cá em baixo! Ela está deitadinha numa caminha de rede, com a cabeça nas minhas costelas do lado direito, o tronco perto do umbigo e o rabo e pernocas do lado esquerdo.


Naquele momento, começei a querer perguntar se havia a possibilidade de ela ainda dar a volta, e o médico apenas me diz que vai correr tudo bem, que a bebe ainda tem tempo para se colocar em posição cefálica... mas este tipo de respostas não me consolam, pois prefiro estar consciente de todas as hipóteses, ou seja da possibilidade de ela ficar assim atravessada, sendo necessário recorrer a uma ceseriana.

Então digo-vos que saí de lá com um misto de emoções: alivio: por ela estar a desenvolver-se bem, preocupação: porque sempre tinha pensado no parto normal e uma grande irritação: por falta de respostas mais consistentes do médico.

Depois tive que ir para o consultório trabalhar e fiquei com isto na cabeça, não tive tempo de digerir e compor as coisas cá dentro de mim.

Obviamente que quando cheguei a casa, depois de passar umas roupitas da Carmen, fui para o computador pesquisar e pesquisar... e tive tempo para digerir estas novas noticias.

Bom, de facto descobri que o bebe apenas assume uma posição definitiva às 37/ 38 semanas, e até lá (agora tenho 33) muita coisa pode acontecer.
Depois, o óbvio: tenho andado tão ocupada e preciso falar muito com a minha princesa ;). "Explicar-lhe" o caminho que ela tem que seguir...
Descobri também que a acunpuctura poderia ser uma ajuda nestes casos. Nem mais, vou me aconselhar junto do médico com o qual fiz acunpuctura antes e durante o tratamento de fertilidade, e seja o que a Natureza decidir.

O que interessa é que tenho a minha menina aqui comigo, bem! E talvez esta questão se coloque por eu ter sempre idealizado um parto natural, o menos invasivo possivel, factores que se associam às minhas próprias convicções. Mas isso é outra história.

A partir de agora é preparar-me também mentalmente para uma possivel ceseriana.
Agora só tenho consulta daqui a 1 mês. Eu por aqui vou intercalando com momentos de lazer, trabalho e preparação do ninho!

Beijinhos algarvios a todas
Carla

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Ninho... doce ninho!

Não me dei conta que estivesse tanto tempo sem escrever no meu blog... Tenho andado muito ocupada como sempre e embora agora o trabalho seja ligth, existem sempre uma série de coisas para fazer.
As insónias foram-se e até fico na ronha mais do que desejava, mas sabe tão bem! O problema é que a manhã passa num instante e sinto-me uma barata tonta a correr cá e lá sem terminar o que me tinha proposto. As aulas de preparação para o parto, também me condicionam os dias, pois começam cedo e acabam tarde!
A minha sobrinha não tem ama no mês de Agosto, o que significa mais preocupação para mim, pois embora me encontre com uma barriga desmesurada e cheia de coisas por tratar, acabo por ir buscá-la... dá-me pena vê-la com a minha mãe, pois sei que infelizmente ela não dá conta do recado, e a menina "percebe" isso estando sempre a testá-la.
Este fim de semana estive com amigos, passámos o Sábado na piscina num deles e fomos jantar fora com direito a bar. Apercebi-me que não é fácil andar com uma barriga destas, não tanto por mim, mas pelas pessoas que não têm sensibilidade nenhuma.
Por exemplo, no restaurante reservámos mesa. Naturalmente a sala estava cheia, repleta de gente e fui-me levantar para ir à casa de banho e foi uma aventura. Passar entre mesas e cadeiras. As pessoas não se desviam, eu já furiosa, mas quase a chegar ao fim. Está uma ultima mesa com um sr. obeso que nem olha para mim. Tive que lhe pedir licença, resultado: ia-me esmagando a barriga, não fosse a minha rápida reacção, pois ao dar balanço para por a sua cadeira para a frente, veio para trás e eu só tive tempo de me pôr um pouco de lado, fiquei albaroada mesa com mesa. Fiquei traumatizada e cheia de vontade de me ir embora dali, só de pensar que tinha que regressar novamente à nossa mesa....
No bar também foi engraçado. Primeiro senti-me completamente descontextualizada, eu ali gravidérrima e as pessoas a olharem tipo: "que faz ela aqui"? Mas era um sitio ao ar livre, sem fumo e grandes algazarras... que começou a encher.... então tive que me ir embora, pois andava de braço aberto para proteger a barriga, lol. E o som começou a subir e a subir e eu só pensava que a minha princesa deveria estar assustadíssima com aquele ruido todo!
Saidas destas, não me parecem boa ideia em pleno Verão Algarvio!
Entretanto ontem, fui encomendar o carrinho da Carmen, servi de bábá da minha sobrinha, saí a correr para ir à clinica, fui à aula de preparação para o parto e de noite...De noite pela fresca peguei-me às roupinhas da pimpolha. Andei com o dilema de as pôr ou não na máquina e depois deu-me pena, pelo menos as roupinhas novas que me foram dando (ainda não comprei mais nada), lavei. E porque ainda não chegava, fui enfiar-me no roupeiro a tirar as roupinhas de cama, toalhas, mantas para estas sim meter na máquina...

E estes têm sido os meus dias. Sinto que tenho tanto para fazer e queria fazê-lo já, para depois puder descansar, fazer uma prainha com o meu marido e irmos vendo com calma os pormenores, mas... o tempo passa a correr e eu sou uma só!

Hoje vou ao médico, finalmente! Depois conto-vos.

P.s. O quartinho dela já está composto, quando tirar umas fotos vou postar para vocês verem o resultado final.

beijinhos grandes

Carla

terça-feira, 29 de julho de 2008

Novos berloques...

arrumei por fim as tintas ;)
agora como sabem, é afinar pormenores. Esperar que o marido pendure prateleira ali, ponha tela acolá... que o vizinho traga o espelho da moldura, etc...


Eis mais umas coisinhas que fiz:



Este porta retratos foi o resultado das insónias que tive a semana passada.



Mais uma moldura a aguardar a foto da minha princesa, ou quem sabe uma da minha barriga que está ficando desmesurada ;)

Esta vocês já viram...




Em relação à almofada, nem vos conto! Andei louca à procura duma colchinha que ficasse bem na cama, e não encontrei nada! Ora não encontrava o tamanho, ora as cores não se encaixavam. Só me apresentavam colchas e edredons com desenhos animados, o que está fora de questão, visto não ter nada a ver com o que idealizei para o quarto.

Então já descompensada e um pouco desiludida fez-se luz! Tinha uma colcha que me ofereceram com uma encomenda da La Redoute há muito tempo... A colcha é toda branca e tinha uns botões de madeira nos cantos dos quadrados.

Comecei a olhar para a colcha, como um burro para um palácio e pensei cá para mim:

"tu não és feia de todo... se te mudasse a "cara" até eras capaz de ficar bem no quarto..."

E assim foi, fui buscar a maleta da costura e começei a fazer experiencias... lol. Olhando bem, descobri que a colcha tinha cozido uma espécie de flores que nunca tinha reparado por estarem costuradas a branco. Primeiro pensei passar uma linha de cor, mas aquilo não realcou nada! Depois arranquei os botões de madeira e coloquei um no centro da flor...

Estava a surgir a ideia final! Sem demoras peguei em mim e saí à procura de qualquer coisa que preenchesse a minha ideia. Lá encontrei! Entrei numa loja e dei de caras com uns botões lindissimos. Mais à frente encontrei um rolo de pano, daqueles que se fazem as malas e trouxe-o debaixo do braço. Experimentei contornar a flor com tiras desse pano e cozi o botão. Voilá! Ao menos vai ficar personalizada ;)

Obviamente que estas coisas dão muito trabalho e ao todo são 10 flores para contornar, contando com a colcha e as 2 almofadas... Estava a começar a ver a vidinha andar para trás com tanta coisa por fazer e ao mesmo tempo... Sim, porque eu quando ponho alguma coisa na cabeça, não descanso enquanto não a realizo...

Resumindo, decidi distribuir o trabalho pelas capelinhas e fui chatear a pobre da minha avó para ir cozendo ao seu ritmo as flores. No final desta semana já deverei ter a colcha em casa.

E por hoje é tudo! Depois mostro-vos mais umas coisitas ;)

beijinhos

Carla

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Quase

nos finalmentes...

Nem vos conto como tem sido a minha vida nestes ultimos dias!
Felizmente tenho conseguido dormir melhor, valha-me isso! Mas todo o tempo livre tem sido passado enfiada nas bricolages...
na Sexta-passada tive que ir comprar mais alguns materiais que me faziam falta e deparei-me com uma série de outras coisas que não estava à espera de encontrar. Fiquei deslumbrada com tanta variedade de pequenas peças de madeira para pintar e o dificil foi escolher...

Acabei por trazer mais uma caixa de arrumação em forma de flor, assim como uma moldura para espelho, um berloque que se coloca na porta para se pôr o nome dos nossos rebentos, etc... e ainda outra tela

Como ainda não tenho as fotos da digital, mostro-vos por hoje uma que ficou no telemóvel:

Pendurado na porta ficou muito bem!

O fim de semana passou-se bastante rápido. No Sábado fui pela primeira vez este ano à Ilha do Farol, e passou-se muito bem, pois não estava muito calor e o meu lindo agora arranjou-me uma cadeira de praia, que me dá um jeitaço visto que estar um dia deitada de toalha já não me dá muito jeito. De noite tive o famoso jantar do spinning, embora com esta barriga já não frequente as aulas do ginásio, já faço parte da mobilia...lol. E foi remédio santo para as insónias. Cheguei despachadinha e dormente do dia que tive e dormi, como há muito já não dormia...

Domingo, fomos para o campo e também esteve um dia espectacular. A água da piscina estava um caldo e então não arredei pé da água. Soube tão bem! A minha irmã fez anos e lá improvisámos um almoço com direito a bolo. A minha Carmen também está a ficar crescida, pois já conta com 32 semanas ;)

Para a semana tenho consulta, já tenho saudades de vê-la.

Enquanto isso, conto ter a decoração do quartinho da princesa terminado. Espero que as próximas novidades dêem como encerrado (provisoriamente) o capitulo das decorações.

Beijinhos
Carla

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Insónias & Ca





Fui atacada pelas insónias... Há 2 dias que praticamente não prego olho e hoje também já vou embalada... Penso que também se associa ao "sindrome do ninho", que faz com que eu ande com a cabeça a 1000 a querer terminar de vez o quarto da Carmen.
Deixo-vos as fotos da tela e do abajour que fiz hoje durante o dia. Estão aprovados? ;)
Neste momento acabei de dar uma primeira demão num porta-retratos tipo telA, vejam só esta minha pancada, lol, mas há que aproveitar estes momentos em que tenho a mão na massa e o sono não vem... Amanhã acabo-o, depois mostro-vos.
beijinhos
Carla

terça-feira, 22 de julho de 2008

Obstinada

Nestes ultimos dias, tenho sido novamente contagiada pela febre das decorações... Tem sido ciclico, mas agora encontro-me mais obstinada que nunca! Afinal a gravidez está a caminhar para a recta final - faltam menos de 2 meses!
Estou muito satisfeita com os progressos no quartinho da Carmen :) Já pintei a cómoda e a mesa de cabeceira... Finalmente achei um tapete que que se encaixou na perfeição naquilo que idealizara e vou compondo aqui e acolá! Já vai adquirindo forma.

Chego à conclusão que com um pouco de trabalho, conseguem-se fazer coisas tão ou mais bonitas que aquelas que vemos em ateliers de decoração em que as margens de lucro são exorbitantes. O problema é que temos que perder muito tempo a achar todo o material necessário!

Se por acaso souberem algum site que venda berloques para trabalhos manuais, por favor digam-me! Nunca se sabe... Entretanto vou continuando com as minhas procuras e ver o que consigo reunir.

Por exemplo, corri tudo à procura de um pé para o candeeiro de cabeceira, em madeira bruta para pintar e foi muito dificil achar, já estava quase a disistir até que por mero acaso, passo por uma lojinha que está escondida e lá vejo precisamente o que queria. Até tive espaço a ficar doente, por causa de uns puxadores. Não sei se se lembram de eu ter dito que tinha comprado uns puxadores lindissimos que foram os olhos da cara... pois bem, encontrei-os em madeira por pintar apenas por 1,70 €!!!!

Agora vou tentar personalizar uma colcha que já tenho pois para já não é prioridade comprar, visto que estou a falar da caminha de solteiro que tinha recuperado.
Porque quanto ao berço, herdei o da minha sobrinha ;) e já consegui reunir tudo o que era necessário, na Vertbaudet.

Assim têm sido os meus dias, entre trabalho e casa. Vou aproveitar para fazer mais uns passeios com vista a tentar colectar as coisas que preciso e depois a etapa seguinte será lavar as roupitas da Carmen.

Já vai sendo tempo de postar umas fotos. Será para o próximo post!

beijinhos

quinta-feira, 17 de julho de 2008

De regresso!

Cá estou.!

Já cheia de saudades da paz e sossego típicos da Ilha da Armona. Não foram as férias ideais, pois aconteceram uma série de imprevistos que me fizeram andar cá e lá, sem disfrutar na plenitude da palavra férias. O mundo parecia querer desmoronar-se: foram problemas de saúde do meu sogro que foi operado entretanto, foi a preocupação com a minha mãe que andou numa fase emocional menos boa, foram reuniões fora de tempo, mas... não me posso queixar. Melhor que nada. Regressei na segunda-feira ao final do dia, directamente para o trabalho. Não tenho tido disponibilidade para vir ao pc.

Em relação à gravidez, conto com 30 semanas e observo algumas alterações, talvez caracteristicas desta fase de gestação:

- a minha pele está mais seca e os cabelos mais bonitos ;)
- a barriga está a adquirir outro formato (mais subida e redonda)
- o peito mais pesado
-os movimentos da carmen estendem-se até às costelas, o que me dá muita impressão por vezes
- aumento de peso (não sei como, mas é um facto)
- 1ªs caimbras ( espero que pontuais)
- mais madrugadora (estou espantada comigo própria!)

Em relação às caimbras, nunca as tinha sentido na vida e hoje de manhã ao pseudo- acordar fui-me espreguiçar e fiquei com o gémeo da perna esquerda todo apanhado, pareciam facas- eu só disse:ai ai ai! Lol. Nem sabia do que se tratava e toda ensonada lá acordou o marido que me esticou a perna e massajou. Aquilo não ficou logo bom, mas o sono ainda estava presente e borrifei-me para a perna...

De resto, as coisas continuam tranquilas. As rotinas mantém-se: passeios e caminhadas, praia e aulas de preparação para o parto.

Neste momento, vou iniciar nova investida, para terminar a decoração do quarto da Carmen e ir comprando as coisas que faltam... mas o calor não ajuda nada, e preferi ser eu a mandar fazer a cómoda para depois pintá-la, assim como outros berloques que são carissimos nas lojas de decoração e portanto há que poupar uns trocos... Estou apenas à espera que o meu marido fique mais disponivel, pois embora já esteja de férias da escola, tem que estar a substituir o pai na clinica enquanto ele recupera...
Trabalho não falta! Necessário é jogar mãos à obra e arranjar coragem para tratar de todos os pormenores que vão surgindo. Brevemente irei colocar umas fotos para vocês verem o quartinho da Carmen e as bricolages que andamos a fazer.

E parece que a semana já está no final, por isso desejo a todas um óptimo fim de semana e umas boas férias de for caso disso.

beijinho grande
Carla