sábado, 26 de novembro de 2011

Preocupada

com a saude mental da minha mãe...
nunca vi um ser tão frágil e auto-destrutivo...
tenho pena, mta pena
hj cometeu uma grande insanidade e foi parar ao hospital
não tem como eu me desligar...
pena dela, do meu pai
de não saber aproveitar as coisas boas da vida
e de eu não conseguir ajudar,
mas tb era imperativo desligar-me
não carrego os fardos dela, já não...
não quero sentir mágoa, nem revolta
mas no fundo qdo estas coisas acontecem
só me apetecia era dizer-lhe, abanar-lhe, gritar-lhe
enfim...
só peço mta saude para mim e para o meu marido
para podermos educar e criar as nossas filhas
porque pouco sobra para além de nós

estava a precisar deitar cá para fora, isto e mto mais...
fui

4 comentários:

C.F. disse...

Entendo-te tão bem... é maior ainda a responsabilidade que sentimos quando os nossos filhos têm "ausência" de avós.
Força para vocês e que tudo se resolva pelo melhor.

Dina disse...

oh amiga lamento muito. Muita força para ti.
É complicado e entendo como deves te sentir. Entendo bem mesmo. Mas qdo não podemo carregar todos os fardos temos de olhar para nós e para as nossas crias indefesas que precisam e contam conosco para crescerem.
Espero que tudo se resolva o melhor possivel. Beijocas grandes e força amiga.

Maggie disse...

Olha afinal parece que tenho coisas em comun contigo.

Bjo
Maggie

As melhoras da tua Mãe.

Nyna disse...

Olá Carla! Pois, posso imaginar o que seja...nem sei o que te dizer. Tenho tentado ser uma mãe melhor, justamente para depois não ser um fardo para ele.
Um beijinho para ti!