quarta-feira, 7 de julho de 2010

Desabafos duma mãe...

sinto-me meio perdida dentro de mim... no que respeita à integração da Carmen na escolinha :(
Ontem 2 amigas ligaram-me a perguntar se tb ia à reunião que lhes tinham ligado sobre a vaga na creche. Eu NÃO!!!
Fiquei realmente preocupada, sem perceber o que se estava a passar, até porque estas mães inscreveram os filhotes porque lhes disse, e portanto depois da Carmen. Liguei para a coordenadora que ainda por cima foi minha colega de trabalho e garantiu-me a entrada da menina, até sem qq tipo de influencia pois havia vaga.... ao que me disse que a Carmen entrava se houvesse algum menino a sair, seria a próxima. Isto por mensagens escritas. Já estava a sentir-me a ferver, porque não estava a perceber o pq, pois tinham-lhe passado à frente. Fiquei super dessassogada e qdo tenho uma situação por resolver não páro de pensar nela enquanto não percebesse o que me tinha escapado. Mal chegeui à clinica liguei-lhe. Disse-me que a Carmen estava para entrar na sala dos 1/2 anos, e portanto estava complicado. Eu fui aos arames e disse-lhe que isso era impossivel, que a miuda ia fazer 2 anos em setembro e que não tinha lógica nenhuma ir para a sala dos que vêem do berçário, até porque ia regredir. A coitada aparvalhada disse-me que ia averiguar o que se estava a passar, mas não garantia que me ligasse logo (ontem). Afinal ligou a dar-me um raspanete dizendo que eu tinha-me enganado no preenchimento da data de nascimento, que tinha colocado 2009, em vez de 2008. Eu????
Talvez um acto falhado. Na altura não estava grávida e não sentia ainda uma genuina necessidade de colocá-la na escolinha... Situação emendada mesmo no timming, mais um bocado e já não tinha vaga na sala dos 2/3, pois estavam a chamar outras crianças...
Senti um alivio imenso, já estava a ver a vidinha andar para trás, com uma bebe e a carmen sem ajuda de ninguém... ai ai ai.
Depois desta tensão comecei a assimilar a coisa e abateu-se uma trsiteza sobre mim, pensar que a ia deixar na creche. Bem sei que é o melhor para ambas, que já vai numa boa idade, mas este sentimento é meu e o que posso fazer?
Perguntei-lhe se queria ir para a escolinha, disse logo que não!
De momento já não vai para a casa da prima, porque o pai já tem mais disponibilidade e revezamo-nos para ficar com ela. Por fim já era um suplicio para a miuda, ficava a chorar, porque a priminha estava sempre a contrariá-la. Se ela se pegava a um brinquedo, mm que não lhe interessasse vinha arrancá-lo das mãos. Queria tudo o que era da carmen e recebia-a sp de mau humor mandando-a embora. Acho que tudo isto tb não contribuia para que quisesse lá ficar. Por fim, se calhar tb ela já se apercebia do meu sentimento, não sei...
Só sei que tinha que lá ficar algum bom tempo antes de sair, pois ela agarrava-se a mim de tal forma que era impossivel escapar... Vinha de coração partido ouvi-la chorar, mas com a certeza que pouco depois lhe passava e passava. Mas certo é que qdo ela chegava ao prédio olhava com aqueles olhos azuis para mim e agarrava-se com força...
Racionalmente sei que as situações são diferentes, o contexto´será diferente, mas sinto o peito apertado. Sinto-me tolamente a "abdicar" um pouco dela para a irmã que vem aí. Tramado sentimento, por isso digo que é um desabafo... Vai passar, mas vai custar.
Aflige-me, sei que a Carmen é muito inteligente e vai adaptar-se, mas ela é tão pegada à mãe e ao pai. Nunca, nunca fica com ninguém, porque não fazemos questão, mas tb porque não temos grandes opções. Ela não se pega a ninguém, é mto arisca...
e a pensar que ia sentir-me melhor ao escrever o que vai cá dentro, pelo contrário...
devem ser tb as hormonas da gravidez, lol! Parece aquele sentimento de sindrome de ninho vazio... vai-se lá entender...
beijos
Carla

4 comentários:

Maria Pereira disse...

Sei bem o que sentes. O Dinis foi para a escola com 19 meses, muito inesperadamente, por a minha mãe ter falecido pois era ela q tomava conta dele. Os 1ºs dias foram optimos, mas dp qd a rotina chegou, chorava todos os dias agarrado a mim! Durante 2 anos foi assim!!! Eu era conhecida pela mãe do menino q chorava muito... saia de lá com o coração partido mas o q tem de ser tem muita força. Culpa minha por o querer sp junto a mim, mas de qq maneira eu ia ver qd me afastava (a sala dele tinha uma janela para a rua) e via q dp de deixar de me ver ele ficava bem... Mas tb é bom para eles, tem de aprender a socializar com outras pessoas e a soltarem-se um bocadinho

Bjs e espero q corra bem a integração dela

soniaq disse...

Olá Carla
Estou na mesma. Inscrevi a Luz para entrar em Setembro e vamos ver como corre. É estremamente independente mas super apegada aos seus papás e para piorar eu não a consigo deixar com ninguém, sou uma maluca, eu sei.
Mas tudo passa e faz parte do crescimento delas e tb nosso, a verdade é que me vai doer horrores, eu sei que vai, mas depois passa e espero que vá ser o melhor para ela.
beijinhos

Luna (Dina) disse...

Oh minha amiga isso são mesmo as hormonas todas aos saltos. MAs isso tudo vai passar, e nao estas a abdicar da tua filhota. Ao principio nao será facil mas vais ver que ela se vai adaptar rapido. E ainda vais ter as duas agarradinhas ás tuas mamas. Elá é tua filhota e isso ninguem nem nada deste mundo vai mudar. O amor que ela tem por tii tambem não vai se alterar porque vai para o infatario. Pode fazer umas birrinhas, mas o sabor do teu abraço vai ser sempre o mesmo. Afinal em casa ela tambem tem momentos aborrecidos e isso não a impede de depois sorrir e te abraçar. E não estas sozinha tens ai um Homem todo pratico, que te ama e esta pronto para a aventura do segundo filho tenho a certeza. Vai tudo correr bem e o amor entre mãe e filha não se vai perder nem vai dimunir pelo contrario vai aumentar e solidificar como uma rocha. Vais ter que te dividir mas o teu coração é grande ...muito grande e vais conseguir dar mimo ás duas e ao maridão. Tenho a certeza. Beijocas e uma tonelada de serenidade .

Raio de Sol disse...

oh minha querida... vai correr bem...tenho certeza que para ela vai ser uma questão de hábito.... depois que começar a brincar com os novos amiguinhos já não quer outra coisa... para ti vai ser mais difícil que para ela... eu tb já não páro de pensar que em Outubro vou ter que o deixar na creche... vai custar tanto...

Força linda!

beijos grandes