domingo, 3 de outubro de 2010

Consulta na pediatra

A Eva foi a consulta aos 15 dias. Esta médica observou-a no hospital e por coincidencia agendei consulta com ela.
Planeei que fosse outra pediatra a segui-la e já tinha ido com a Carmen ao hospital particular das gambelas à mesma. Acontece que 1.º têm acordo directo com a ADSE, dps já não há, dps é uma loucura para conseguir vaga e então optei por não me stressar mais e marquei consulta numa clinica mesmo junto ao meu trabalho, onde a Carmen tinha já sido acompanhada.
Esta médica pareceu-me mto "picuinhas", mas assim tb é bom, melhor pecar por excesso.
A D. Eva está bem e recomenda-se! Aumentou 300 gr até à data da consulta e encontra-se no P50 em todos os parâmetros. O Desenvolvimento psico-motor tb está bom, porém temos um pequeno/grande problema em mãos: sapinhos na boca!
Fiquei logo aflita por causa das mamas, estou mto apreensiva, oxalá não passe ao peito! O remédio mm é dar-lhe o medicamento e andar sp lavando as mamas. Arejá-las e evitar fontes de contágio.
Agora regressamos no 1.º mês de existencia.

Escusado será relatar os meus dias, mais ou menos o cenário se mantém. A Eva parece-me mesmo sofrer de algumas colicazitas e ao final do dia é andar com ela ao colo. É uma bebe mto mto exigente e no outro dia estive com uma amiga que me disse: "então a pobrezinha estava na barriga não lhe ligavas nenhuma, era só Carmen, Carmen, agora está a desforrar-se". Será? Não consigo ter discernimento suficiente para fazer essa análise. O que é facto é que ela só quer atenção, só quer colo e farta-se de berrar.
Por sua vez a carmen está parvinha todos os dias, e faz birras do arco da velha, ao ponto de me ver hoje completamente descontrolada, a gritar com ela. De um momento para o outro é como se nada fosse para ela, e eu, fico com um sentimento de culpa horrivel, por não ter simplesmente gerido a birra sem me descontrolar. Até esta fase isto nunca acontecera...
Ontem, por exemplo, não queria dormir a sesta nem por nada. Começei por me irritar, mas dps percebi que não podia ir por aí e respeitei a birra dela, ou seja, esteve 45 minutos a berrar, com ranh pela cara, a não querer o quarto, a querer tudo menos dormir, eu ofereci-lhe os meus braços, o meu colo, a minha paciencia até que por fim, dormiu o seu soninho para dps acordar mto bem disposta.
E porque fiz? A outra deixou, estava a dormir! Como gerir as birras tendo que atender a um bebe simultaneamente?
Na semana que vem, vou ter a minha prova de fogo. O meu marido terá que se ausentar 4 dias e eu até tremo só de pensar como vou fazer, sobretudo à noite, as rotinas pré-sono, banhos, jantares e a Eva a chorar desalmadamente. Espero que não dê em louca!
beijocas
Carla

3 comentários:

Maggie disse...

Não Amiga não vais dar em louca mas por momentos vai parecer que andas lá mto perto...
Só posso desejar mta calma, paciencia e doses extra de Amor e Carinho! Sqmpre que venho aqui espreitar relembro o que passei, foi dificil mas consegui, hoje tudo é mais calmo, tu tbém vais conseguir vais ver!
Beijinho mto grande
Maggie

Lolita disse...

Pois ñ é fácil.
Mas acima de tudo calma, mta calma, se uma chora deixa chorar se precisas de fazer algo a outra.
Pede à Carmen q te ajude com a irmã, chegar uma fralda por ex.
Estes primeiros meses ñ vão ser fáceis, descansa qdo elas descansarem, procura ajuda para as tarefas domésticas pq ñ és de ferro.
Bjs

Raio de Sol disse...

Tenta manter a calma minha querida... não deve ser nada fácil... as colicas não são fáceis de aguentar...o meu só lhe passou perto dos 4 meses e ainda hoje por vezes tem alguns episódios... temos que ter paciencia, porque não experimentas aquela solução homeopática que se vende na farmácia? pode ser que ajude... quanto à Carmen...agora já sabes que os ciumitos trazem umas birras, deixa chorar, também faz falta, e depois dá-lhe mimos e mais mimos... sei que é facil falar, não estou na tua pele... não deve ser nada fácil... beijokas