quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Há coisas...

que não se explicam... Há uns dias atrás, pensava eu que seria melhor começar a pensar seriamente em realizar um tt, ir buscar os meus embriões congelados, pois não se adivinhava fácil, dado o meu historial.
Andava, inconscientemente a pesquisar sobre a compatibilidade da amamentação com a medicação que geralmente se toma numa TEC... Quando me apareceu pela 1ª vez o período, precisamente 1 ano após o nascimento da Carmen, decidi ir ao médico ver como tudo estava. Fiz a citologia, a ecografia...com um médico bem falado pelas meninas do grupo de apoio, conhecido do Dr. Sergio. O prognóstico era simples: ovários não estão a trabalhar, estão minados de quistos. Dificilmente engravida. Tem tomar a pilula e fazer laparoscopia.
Vim para casa, pensantiva ou apática. Fiquei desiludida, não esperava ouvir aquelas palavras novamente... saber que não havia uma esperança para a vida, sem passar por tudo novamente. Isto finais de Outubro.
Em Novembro tive a minha ultima mestruação. Se outrora me preocupava, e tinha algumas precauções- pois não queria engravidar assim tão cedo, depois daquelas palavras, desliguei-me e não liguei... afinal não iria se passar nada.
Quando o periodo não apareceu, nunca pensei que pudesse estar grávida. Esperei serenamente, pensando que fosse devido à actividade nocturna intensa da Carmen, que nessa altura não me largava as mamas, por conta dos dentes. As mamadas descontrolam as hormonas, pensei eu...
Como tenho o musculo abdominal rasgado, andava preocupada em me tratar e então aí pensei que, antes de fazer alguma coisa, por descargo de consciencia deveria fazer um teste de gravidez. Fui à farmácia comprar um... Nem imaginam como o coração batia, que parvoice pensava eu... afinal já se passou tanto tempo desde os tempos em que comprava testes de gravidez que saiam negativos... coisas que marcam.
Pensava fazer no dia seguinte, no entanto a Carmen dormiu e eu fui olhar para as instrucções do teste e li que podia ser feito com qq urina do dia e lá fui eu! Deixei o teste lá pra cima e fui´à minha vida. Esperei um pouco e fui buscá-lo. Tremia feito varas verdes sem perceber pq! Qdo olhei e vi 2 riscas bem marcadas eu não queria acreditar. Olhava para o desenho na caixa e tentava perceber se aquilo era mm verdade. O 1.º sentimento foi de duvida, de engano... Tinha a minha cabeça a latejar, sem saber o que pensar. Andei o resto do dia desorientada. Qdo o meu marido chegou fui à farmácia falar com a farmaceutica que me disse que se era positivo é pq era positivo, não valia a pena repetir na farmácia. Outras tantas duvidas se apoderavam de mim! E agora? Preciso saber se está tudo bem... preciso arranjar um médico o + rápido possivel. Telefonei um cem nr de vezes. Que confusão; vou ao centro saude, vou ao meu antigo obstetra, vou marcar noutro???? isto numa Sexta-Feira.... Tinham-me entretanto arranjado uma consulta para dia 28, mas eu achava esse dia tão longiquo... Sábado não aguentei com a ansiedade e liguei para a enfermeira que me acompanhou no parto a perguntar-lhe se podia ir ter com ela ao hospital, se me arranjava alguém que me observasse. Passado pouco tempo ligou-me a dizer para ir ter com ela, que se arranjava forma de fazer uma eco. Resultado: grávida de 4 semenas, tudo muito recente, saco no útero. Na 2ª feira outra minha amiga arranjava-me consulta para outro médico, que curiosamente tinha andado atrás sem nunca conseguir consulta antes dos tratamentos de fertilidade... Era para 4ª feira. Lá fui sozinha. Gostei muito do médico, que me explicou tudo como se nunca antes tivesse estado grávida. Fez eco e viu um saco com um ligeiro batimento cardiaco! Nessa altura estava de 5 semanas + 5 dias... Sai de lá com a certeza que milagres acontecem e a pensar na vida...
Marcou-se consulta para 4 Março. Acho muito tempo, mas tenho que aguentar a minha ansiedade.
De momento, sinto-me bem. A semana passada andei super cansada, com falta de energia, só me apetecia estar estendida, mas e puder... com a Carmen ao meu cuidado isso é impossivel. Felizmente tem dormido um pouco melhor, o que ajuda a que eu tb não me sinta tão cansada.
Faço a minha vida normalmente. Sinto a barriga a crescer... acho que vou ficar com uma grande barriga! De manhã por vezes sinto-me meio agoniada, coisa que da gravidez da Carmen não acontecia... Sinto fome, tenho que comer a x horas, senão sinto-me mal. Também a carmen continua a mamar com frequência, é normal que as reservas energéticas decrescam mais rapidamente. De resto cá ando, a imaginar como será com 2 crianças tão pequenas e sem ajuda de ninguém. Confesso que por vezes sinto-me assustada, mas feliz é claro.
Bem, e vou acabar por aqui. Precisava deitar cá pra fora.

Quanto à Carmen, ela está bem. Muito bonita, com 16 meses e 2 dentes. Agora já corre tudo e só quer brincar. Amo a minha filha cada vez mais, cada dia que passa e agradeço a Deus por a ter nos braços, feliz e saudável.
prometo voltar brevemente com peripécias da Carmen.

beijos nossos
Carla

6 comentários:

SoNhAdOrA disse...

Um bjinho grande

E muitas felicidades

Hasta

Sem Desistir disse...

Que tenhas uma gravidez tranquila e que venha um pilas:)
bjos

Maggie disse...

As minhas "amigas reais" só têm um bébé/criança por isso ando ansiosa para ver as amigas da APF com 2, quero ver como se vão "desenrrascar", quero ver se terão as mesmas dificuldades que eu...
Tudo de Bom
Mil beijinhos
Maggie

Angel disse...

Minha querida gostei imenso do que li. Mtos parabéns!
Bjsssssssssssssssssssss

Raio de Sol disse...

que bom que tudo corre sobre rodas...

A Carmen deve estar um doce! ;)

vou começar as aulas de preparação na proxima semana...

o tempo passa tão rápido! :)

beijokas

LOJINHA ENCANTADA disse...

Tudo de bom co esta gravidez, Parabens!!!

Bjs
tila