segunda-feira, 25 de julho de 2011

Decadência

volta e meia tenho crises de auto-estima! Falta de tempo, falta de iniciativa e energia tudo misturado, resulta num coktail de decadencia que só visto... eheheh
quem é mãe de filhos pequenos, que não recebe ajudas para nada, de certeza que algures no tempo se olhará no espelho e não vai gostar do que vê!
Pois eu, embora seja uma mulher "despachada" tb sou um pouco vaidosa. Tanto ando descalça, descabelada e descontraida, como gosto de por um salto alto e um bom perfume.
Acontece que, na realidade eu tenho sido mais a descabelada e desleixada.
E se há alturas em que isso não me incomoda minimamente, outras que me incomoda.
Esta é daquelas fases que me incomodam. De repente, por esta e aquela razão, deparo-me com a minha pessoa com 48,400kg! Feia de magra... Com peles, mais flacida, feia...Desde que a Eva adoeceu e só queria mama, emagreci o resto e não consigo sair deste peso. A roupa cai-me mal!
SE tenho fome? Ah tenho, aliás eu sou daquelas que comia sp qq coisinha, mas eu fico sp pra ultimo e qdo chega a minha vez, o timming já se foi. Tb sou daquelas que tem de praticar exercicio fisico para manter ou engordar (sortuda ou nem por isso)...


Este fim de semana tive que "dar um murro na mesa". Já me metia impressão olhar ao espelho: depilação mal feita (já a por gillette onde já se viu), a ter que ajeitar o bikini! Cabelo sem jeito nenhum, unhas feias (...).Ontem chegeui a casa obcecada. Deitei a Eva. Enqunato a Carmen via uns desenhos animados liguei a máquina de cera e depilei-me toda: pernas e virilhas. O marido foi deitar a loirinha. Arranjei as sobrancelhas, tomei um belo banho e besuntei-me de óleo! ahahaha. Fiz exfoliante e máscara e ainda pintei as unhas!Não totalmente satisfeita, esta manhã, esperei que o meu marido chegasse a casa e fui espreitar a cabeleireira. Só tinha uma pessoa, então aproveitei fui a correr fazer análises que já andavam há 3 semanas na mala e regressei... dei um jeito ao cabelo...
ahhhhhh, sinto-me um pouco melhor... estava a precisar. Frequentemente este ritmo de vida não me permite olhar para mim sequer, mas não pode ser! Temos que cuidar de nós, gostarmos do que vemos ao espelho. Hoje ... olhava.me ao espelho no salão e via uma cara abatida, com olheiras enormes... uma cara cansada, mto abatida... Parecia uma velha!
E agora tenho que me obrigar a comer, e pelo menos a fazer a minha vibroplate que com as 2 em casa e o trabalo não há tempo para mais...
E chega, 1o min, e estou com umas dores nos abdominais.. ai ai ai
bom bom era conseguir por-me meia hora de papo para o ar no sol, pois a ir à praia com as miudas, tenho um belo de um bronzeado à pedreiro! ah pois! sp de costas para o sol, para proteger as bichinhas... é tudo a ajudar...


bem, vamos ver por qto tempo me aguento em paz com a minha aparencia (fisica)
beijocas e boa semana

4 comentários:

C.F. disse...

Como eu te entendo...
Beijinho de uma mãe decadente.

Maggie disse...

essa fase já passei e sei que custa.

Bjo
Maggie

Luna disse...

custa um bocado ainda por cima tu sem ajudas de ninguém, não deve sobrar mto tempo, né?
tu ve las engordas um bocadinho, senão desapareces!
bjos
Luna

Nyna disse...

Oh amiga, como te entendo!! Também fazia horas que nem pintava as unhas, apenas deixava bem curtas, o cabelo já passei 5 meses sem arrumar... o único luxo é ir no ginásio à noite (também é para espairecer que eu preciso!)... Não fica assim, até porque és lindaaaaa e nem precisas de muito para ficar jeitosa. Mas claro, é sempre bom a gente se gostar no espelho, não é? Eu que o diga :) faz tempo que não sinto isto ehehehe
Beijoks