quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Peripécias nossas

hoje decidi vir dar umas novidades, afinal chega a noite e ultimamente não me apetece escrever, apenas leio, o que consigo, sei daqui e dali, sem me manifestar.
Agora ando numa de culinária! Iogurteira, máquina de pão e umas receitas novas que vou vendo pela blogosfera. E tanta boa gente com dotes culinários de qualidade. EU gosto muito de cozinhar, experimentar novos temperos, novas combinações de ingredientes. O entusiasmo este, vai e vem, mas por agora ando emplogada, ao ponto de ter comprado umas qtas ervas aromáticas para ter no meu terraço: salsa, coentros, hortelã (já tinha), cebolinho e 2 qualidades de manjericão. Esta fase, talvez tenha surgido por ter que planear as nossas refeições e da Carmen com antecedência e ter, algum cuidado para que possa aproveitar da nossa comida para ela. Antes era muito ao improviso e tudo fica bem com um bom condimento, mas agora não pode ser bem assim, ainda para mais qdo temos um marido esquisitinho que não come nada à pressão, fritos e afins. Eu tb não gosto diga-se de passagem. Tenho passado algum tempo entre tachos e panelas... à noite, a Carmen dorme por volta das 9:30 e aí tomo um meu belo duche, arrumo a cozinha (novamente), oriento as coisas pro almoço do dia seguinte, passou umas roupas a ferro, ou pura e simplesmente estendo-me no sofá, respirando fundo e disfrutando de algum descanso de Carmen.

Ah pois! A cada dia que passa, está mais aventureira. Levo-a para o trabalho e já não quer ver o parque pela frente. Tem um ginásio enorme cheio de brinquedos, mas pouco se entretém. Pouco depois ouço-a cada vez mais perto, gatinhando para a minha secretária. Aquilo que podia fazer em meia hora, demora quase uma manhã, pois não consigo.
Respiro fundo e então ela conduz-me até à rua onde quer ir ver os gatos que vagueiam por perto.
Muitas vezes quer ir empoleirar-se às grades da escola, onde vê a miudagem a fazer educação fisica na rua. Depois lá voltamos e aguenta-se mais um bocado. Dou-lhe um pedaço de papel, um lápis, qualquer coisa que a entretenha. Chega`as 11 horas da manhã e começa o "banzé". Começa a ficar chatinha, num lamento cada vez mais sonoro e então ando com ela ao colo. Atendo umas chamadas, habituei-me a fazer de tudo com ela colada a mim, como se fosse uma macaca.
Entretando põe-se a balançar e quer dançar. Aponta para o pc e quer que ponha algum clip de musica infantil, durante o qual fica vidrada a bater palmas e a abanar o rabo. Na hora do desespero, é a unica coisa que me vale. Espeto-lhe com um pouco de mama e já ando a arrumar tudo para sair. Chego a casa pouco depois do meio dia e toca a ligar o turbo para lhe por a comer, mudar a fralda e dormir, Ufaaaa. Entretanto chega o marido e almoçamos e depois???? Bora lá Arrumar a cozinha está claro! Nestas andanças não tarda e a Carmen acorda. Vem logo com a pica toda querendo brincar. Lancha e dps? Espero sair de casa para passear. Mas para isso tenho que deixar a janta orientada, o banho dela, roupa.... E se quero ir ao ginásio, bom isso é melhor não planear, melhor chegar ao momento e ver se dá ou não para o fazer.

Em casa, ela já quer correr tudo. Na cozinha onde passo mais tempo, dou-lhe uns taparueres, uns tachos ou qq coisa que capte a sua atenção, mas ela gosta mesmo é de ir ao cesto das cebolas e andar a descascá-las, ou ir pra debaixo da mesa e empoleirar-se às cadeiras. Tirar os panos todos da gaveta tb é fixe, mas agora está mais sofisticada. Vem ter comigo e quer subir-me pernas acima até se por de pé. E levo a vida nisto. Deixo-a em qualquer sitio, e lá vou a correr buscar alguma coisa. Hoje num instante passou da sala para a minha galeria e estava de pé agarrada ao armário de bambu onde guardo copos e afins, a abrir e fechar a porta.


Chegou a hora de me por de gatas e ver com os seus olhos. Proteger tomadas, bloquear armários, tirar algumas coisas...

e assim se vive por cá. esta menina veio preencher as nossas vidas e olhando para trás, quem diria que a minha vida iria dar tamanha volta?

A infertilidade mudou a perspectiva das coisas. Familia para 1.º plano, pelo menos por enquanto me dedicarei a ela a 100%. E venham cá dizer que não é um trabalho de tempo inteiro...

Segunda vou ao ginecologista ver como andam as coisas cá por dentro

beijocas
Carla

5 comentários:

Raio de Sol disse...

olá lindona, bom saber notícias vossas...e que bom é ler-vos... nota-se de post para post o desenvolvimento da Carmen... como crescem! :)

beijokas grandes

Luna (Dina) disse...

Pois bem se vê que nos absorvem todas as energias do dia. Eu tambem ja me habituei a fazer tudo com ele atrás, ou ao colo. o meu problema e mesmo a pressão do tempo curto que tenho para fazer TUDO.
Ela esta bem desenvolvida. que bom
bejocas

C.F. disse...

Pois é, parece que os nossos dias têm agora menos horas... mas em contrapartida são muito mais preenchidos ;-)
Gostei de ter notícias vossas. Por cá o piolho anda constipadito e com o nariz muuiitto intupido.
Beijinhos para as 2 princesas mai lindas.

Maria Pereira disse...

Ainda bem que estão bem e acredita, as aventuras da tua menina estão apenas agora a começar :)

Bjs

Susana Pina disse...

Agora é que ninguém para a Carmen..ehehehehe!!!

Então já não sou eu a fã da máquina de pão e da yogurteira...mesmo agora a minha mfp acabou de fazer um pãozinho de côco...

Um mega bj às duas princesas.
Susana